fbpx
Home Energia Solar Geração própria já chegou a 1 milhão de usuários no Brasil

Geração própria já chegou a 1 milhão de usuários no Brasil

por Alessandra Neris
Publicado Última atualização em
Tempo de leitura: 4 Minutos

A urgência de garantir o abastecimento de energia elétrica, em tempos de crise hídrica, tem acelerado o empenho de todos pela transição energética. No Brasil, com o uso da fonte solar, a geração própria já chegou a 1 milhão de usuários, número esse expresso em unidades consumidoras. Esse levantamento foi realizado pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

Geração própria já chegou a 1 milhão de usuários: potência instalada

A potência observada no total das instalações, ao todo, resultam em 8,6 GW. E esse número significa aproximadamente dois terços da potência gerada pela usina hidrelétrica de Itaipu.

Além disso, uma grande parcela de toda essa energia solar gerada se concentra em residências. E, segundo dados da ABSOLAR, essas instalações somam 76,6% da totalidade de usuários que usam essa tecnologia.

Na sequência, os setores que consomem mais energia solar aparecem na seguinte ordem:

  • comércio e serviços: 13,4%;
  • produtores rurais: 7,6%;
  • indústrias: 2,1%;
  • poder público: 0,3%;
  • serviços públicos: 0,03%;
  • iluminação pública: 0,01%.

Crescimento acelerado e marco regulatório

No Brasil, a adesão à energia solar revela um crescimento acelerado nos últimos anos. E isso foi impulsionado pela instalação de usinas de pequeno porte, bem como por grandes empreendimentos pertencentes ao mercado livre de energia. Dessa forma, a geração própria já chegou a 1 milhão de usuários.

O governo já sancionou, no início de 2022, a lei criadora do marco regulatório para o segmento de geração distribuída de energia renovável. E, de acordo com a ABSOLAR, isso será capaz de incentivar ainda mais os negócios desse setor pelo país afora.

Por que aderir à geração distribuída?

Conforme podemos concluir, a importância das fontes renováveis aumenta a cada dia que passa. Com poucas chuvas em determinados locais, os reservatórios das hidrelétricas esvaziam-se constantemente. Isso força a ativação das usinas termelétricas, que acabam funcionando intensamente e encarecem muito a conta de luz. E ninguém quer ver esse tipo de “solução” se perpetuando, ainda mais agora que temos outras opções muito mais sustentáveis e baratas, não é mesmo?

Então, toda vez que o consumidor produz sua própria energia limpa, ele está automaticamente ajudando a solucionar esse problema. Isso quer dizer que menos termelétricas acionadas equivale a mais água economizada e conta de luz reduzida.

O sistema fica mais estável

Com a geração distribuída o sistema se torna mais estável, portanto, mais confiável. Isso ocorre porque, em momentos em que não pode suprir a demanda sozinho (à noite, dias nublados), o excedente gerado anteriormente pode ser usado.

Assim, é possível evitar a falta de energia na unidade consumidora, tornando as quedas muito mais raras.

Redução dos impactos ambientais

Esse benefício é extremamente importante e evidente. Evita-se, por exemplo, a necessidade de construir reservatórios e linhas de transmissão. Esse tipo de medida é imprescindível nas hidrelétricas, que precisam causar grandes intervenções alagando regiões extensas e até mesmo cidades inteiras. Isso afeta profundamente os ecossistemas locais, impactando a fauna, a flora e o microclima.

Com a geração distribuída, nada disso é necessário, uma vez que os geradores fotovoltaicos podem ser instalados em pequenos espaços.

Atração de altos investimentos

A ABSOLAR estima que, até hoje, a geração própria de energia solar já atraiu mais de R$ 44 bilhões investidos no país. E, na esteira desse dado, foram gerados mais de 260 mil empregos acumulados desde 2012. Agora, em 2022, a entidade calcula que a adesão à energia solar terá praticamente o dobro da capacidade instalada em relação a 2021. Isso comprova que a geração própria já chegou a 1 milhão de usuários e continuará em alta nos próximos anos.

Em boom deve ser estimulado pelo novo marco legal, bem como pela busca da população por alternativas que reduzam as despesas com a tarifa de energia.

> Entenda o que é Lei n° 14.300: Marco Legal da GD para Energia Solar

Crescimento – geração própria já chegou a 1 milhão de usuários

Assim, há uma expectativa de que mais de 11,9 GW em potência que vão desde pequenos a grandes empreendimentos em 2022, diante dos atuais 13 GW. Então, segundo previsões da ABSOLAR, dos R$ 50,8 bilhões em investimentos projetados para 2021, cerca de R$ 40,6 bilhões correspondem à geração distribuída.

Embora haja uma expansão clara no segmento solar, a entidade entende que o Brasil ainda está aquém no processo de adoção da tecnologia fotovoltaica. A geração própria já chegou a 1 milhão de usuários. No entanto, apenas 1,1% dos mais de 89 milhões de consumidores de energia elétrica do país, já usa a energia solar para produzir energia renovável, limpa e competitiva.

Geração própria já chegou a 1 milhão de usuários: GD é garantia de abastecimento

geração distribuída de energia solar fotovoltaica abastece todos os lugares. Ela está no campo, na cidade, no comércio, na indústria e na casa do consumidor.

Dessa forma, a GD movimenta a nossa economia e beneficia amplamente toda a nossa população. Diante desse fato, 9 entre 10 brasileiros já manifestaram o desejo de gerar a própria energia em casa, segundo dados do Ibope de 2020. Por esses motivos e outros mais, a geração própria já chegou a 1 milhão de usuários.

Assim, diante de tudo o que foi dito aqui, fica claro porque são tantos os benefícios da geração distribuída solar. Com tantos problemas no clima, na distribuição de água e a necessidade urgente de poupar a natureza, não há outro caminho melhor que esse. Não à toa, a geração própria já chegou a 1 milhão de usuários. Trata-se de um sistema mais eficiente, sustentável, econômico, com custos baixos e que beneficia a todos.

A energia positiva que vem do sol

Por fim, conheça mais sobre energia solar e comece agora mesmo a traçar o seu plano de ação para aderir a essa fonte renovável. Por isso, acesse o site da Aldo Solar e confira os produtos.

Caso prefira, entre em contato com nossa equipe de vendas e saiba mais sobre o nosso programa de Aldo Crazy Venda Direta.

Se for consumidor final, acesse a CALCULADORA ALDO SOLAR, faça uma simulação do produto e agende uma visita técnica que um revendedor da Aldo irá atendê-lo.!

Além disso, conheça nossas ações voltadas à sustentabilidade.

Acompanhe também todas as novidades da Aldo em outros canais como Twitter, Facebook, LinkedIn e Instagram. Fique ligado também em nosso canal no Youtube!

Geração própria já chegou a 1 milhão de usuários

> Saiba mais: Como se tornar uma revenda Aldo Solar!

Notícias relacionadas

Leave feedback about this

  • Rating