fbpx
Início » Futuro: bateria da Tesla pode durar 100 anos

Futuro: bateria da Tesla pode durar 100 anos

por Alessandra Neris
Publicado Última atualização em
Tempo de leitura: 5 Minutos

Você já pensou em ter um carro elétrico cuja bateria pode durar a sua vida toda e mais um pouco? Pois é, se você tem expectativa de viver 100 anos, já existe uma gigante da tecnologia trabalhando nisso. Segundo perspectivas recentes, no futuro bateria da Tesla pode durar 100 anos.

O preço da mobilidade elétrica

A mobilidade elétrica está sendo apontada como uma importante estratégia para a redução da dependência de combustíveis fósseis e para o enfrentamento da crise climática. No entanto, isso tem o seu preço.

A produção em massa de baterias elétricas aumenta a pressão sobre a extração de minerais de terras raras. Além disso, sua vida útil é curta, com uma média de 10 a 15 anos, o que resulta em mais geração de resíduo. Então, se a próxima bateria da Tesla pode durar 100 anos, essa descoberta é muito bem-vinda.

> Leia mais: Carros elétricos são a solução para a mobilidade urbana?

Bateria da Tesla pode durar 100 anos! O que você sabe sobre a empresa?

A Tesla é uma empresa automotiva norte-americana de veículos elétricos, cujo comando está nas mãos de Elon Musk. E seu ambicioso e bem-vindo projeto é projetar uma bateria que pode atravessar uma vida inteira e chegar a um século de vida útil.

Bateria da Tesla pode durar 100 anos: bateria à base de níquel

A equipe de pesquisa avançada de baterias da empresa no Canadá divulgou um artigo relatando a criação de uma bateria à base de níquel. Segundo o relato, a nova bateria da Tesla pode durar 100 anos para uso em veículos, desde que sua temperatura controlada seja mantida em até 250 C.

A equipe da montadora está trabalhando desde 2016 com o laboratório do especialista Jeff Dahn na Universidade de Dlhouse, em Halifax – Canadá. Dahn está, portanto, envolvido com o desenvolvimento de baterias de íons de lítio com vida útil mais longa. Além disso, o objetivo é garantir menor custo e maior densidade ao produto e assim criar uma bateria da Tesla que pode durar 100 anos. 

Bateria da Tesla pode durar 100 anos: parceria com ajuste natural

Segundo a Tesla, tal colaboração se trata de um ajuste natural, portanto, a cooperação deve continuar até 2026, buscando a redução do custo das baterias.

Além disso, um dos aspectos mais relevantes do novo projeto é sua densidade, que permite a autonomia da bateria. Isso significa a possibilidade de armazenar bastante energia em um determinado volume de combustível. Além disso, será um produto que promete contribuir para o meio ambiente.

> Leia mais: Expansão da energia solar impulsiona mercado de baterias

Como a bateria da Tesla pode durar 100 anos?

A bateria da Tesla pode durar 100 anos e um dos conceitos-chave, conforme já adiantamos, é sua autonomia em razão da densidade. Isso significa a quantidade de energia que pode ser armazenada um dado volume de combustível. E o que isso quer dizer?

A procura pela bateria do futuro nos mostra que a densidade é fundamental. Quanto menos densidade, maior a necessidade, maior deve ser a bateria para percorrer determinada distância.

Baterias com densidade maior ocupam menos espaço no veículo e prolongam a distância a ser percorrida sem nova recarga. A Tesla, atualmente, usa baterias de íons de lítio do tipo LFP (fosfato de ferro e lítio). Sendo assim, elas oferecem um maior intervalo entre as cargas.

> Leia mais: Como a energia solar atua na recarga de veículos elétricos?

Aumento da densidade de energia

O novo artigo , que discoree sobre o fato de uma nova bateria da Tesla pode durar 100 anos propõe justamente o aumento da densidade de energia usando níquel na composição química da bateria. Dessa forma, é possível assegurar uma maior autonomia. As baterias compostas com esse metal de transição se mostraram mais duráveis que as LFPs. Caso, uma bateria de níquel seja usada a uma temperatura de 250 C constantes, seu tempo de vida útil poderia superar 100 anos.

O aumento da vida útil em temperatura alta foi demonstrado por meio de eletrólitos que contêm sal de bis (flurosulonil) mida de lítio (LiFSl). E, segundo o estudo, ficou muito além dos fornecidos pelos eletrólitos convencionais de LiPF6.

Os pesquisadores afirmam, ainda, que esse benefício acontece até em químicas com pouca ou nenhuma presença de cobalto (que é um metal escasso) em sua composição. E isso graças a um novo eletrólito contendo sal de lítio.

O que mudará para a Tesla

Agora a Tesla usa em seus carros a bateria de íons de lítio, chamadas de fosfato de ferro e lítio ou simplesmente LFP, citadas anteriormente. Essas são baterias que garantem uma densidade de energia alta e permitem ao consumidor um intervalo maior entre as cargas do veículo. E isso de fato é um bom custo-benefício.

Já, as novas baterias compostas de níquel terão um tempo de duração maior que o próprio carro. Dessa forma, também reduzirão notavelmente os custos e ainda poderão ser reutilizadas em outros modelos de veículos da Tesla. Então, se a bateria da Tesla pode durar 100 anos, por enquanto, os carros nem tanto.

Quanto tempo falta?

Mas, ainda leva um tempinho para que chegue ao mercado a bateria da Tesla pode durar 100 anos . As pesquisas sobre a bateria secular ainda devem ser estendidas até 2026. No entanto, já vislumbram um futuro eletrificado mais durável e eficiente a partir da bateria da Tesla que pode durar 100 anos!

> Leia mais: 2022 promete! Brasil pode chegar a 100 mil carros elétricos

Bateria solar de lítio

Como pode ler aqui, a bateria da Tesla pode durar 100 anos ainda demora um pouco a chegar ao mercado. Por isso, conheça principais vantagens da bateria solar de lítio em comparação com os demais tipos de bateria para sistemas de energia fotovoltaica:

  • Alta eficiência;
  • Peso reduzido;
  • Manutenção reduzida;
  • Não emite gases nocivos à saúde;
  • Baixa susceptibilidade a explosões;
  • Rápido processo de carregamento;
  • Alta durabilidade, com vida útil de até 30 anos;
  • Design compacto, permitindo a utilização em espaços reduzidos;
  • Garantia de fábrica de 10 anos, podendo suportar até 6.000 ciclos;
  • Não possui o chamado “vício de bateria”, possibilitando a recarga de parte da bateria quando o usuário julgar mais conveniente.

Baterias Growatt

Outro grande fabricante mundial, a chinesa Growatt, anunciou recentemente suas novas baterias Hope de Lítio Ferro Fosfato LifePO4 para o segmento OFF GRID.

O equipamento é capaz de armazenar 4,8kWh de energia elétrica e com 3.500 ciclos. Vale ressaltar que as baterias duram 10 vezes mais e custam somente 20% a mais que uma bateria de chumbo ácido.

A energia positiva que vem do sol

Por fim, agora que você já sabe que a bateria da Tesla pode durar 100 anos, conheça mais sobre energia solar e sobre o futuro da eletromobilidade. Por isso, acesse o site da Aldo Solar e confira os produtos.

Caso prefira, entre em contato com nossa equipe de vendas. Se for consumidor final, acesse a CALCULADORA ALDO SOLAR, faça uma simulação do produto, opções de financiamento e receba um orçamento grátis de um revendedor autorizado Aldo Solar.

Bateria da Tesla pode durar 100 anos

Além disso, conheça nossas ações voltadas à sustentabilidade Acompanhe também todas as novidades da Aldo em outros canais como Twitter,FacebookLinkedIneInstagram. Fique ligado também em nosso canal no Youtube!

> Saiba mais: Como se tornar uma revenda Aldo Solar!

Notícias relacionadas

Leave feedback about this

  • Rating