Início » Energia Solar: autossuficiência, segurança, economia e sustentabilidade

Energia Solar: autossuficiência, segurança, economia e sustentabilidade

por Alessandra Neris
Tempo de leitura: 5 Minutos

Já falamos inúmeras vezes, mas é sempre bom frisar que a energia solar é uma fonte limpa, inesgotável e econômica de geração de energia. É, portanto, considerada uma alternativa ideal para as nossas necessidades atuais e vem ganhando cada dia mais adeptos pelo país afora. A alta demanda e os problemas ambientais resultantes de fontes poluentes requer a expansão de fontes renováveis o mais rápido possível. Afinal, a dupla economia e sustentabilidade nunca foi tão importante para a nossa sobrevivência.

Formas de uso da energia solar

Na prática, já temos à nossa disposição duas maneiras de aproveitar a luz solar como opção de uso: térmica e elétrica. No primeiro caso, podemos contar com o auxílio de concentradores e coletores. No entanto, seu uso é útil somente para fazer o aquecimento da água.

Em relação à segunda forma de utilização, a luz solar pode ser transformada diretamente em energia elétrica por meio de um gerador fotovoltaico. Esse equipamento, portanto, trata-se de um sistema fotoelétrico que funciona de maneira bastante simples. Os fótons existentes na luz do sol incidem sobre módulos fotovoltaicos, que são constituídos por células solares. Essas, permitem a emissão de elétrons, gerando uma corrente elétrica e, assim, temos a energia nossa de todo dia.

Vantagens econômicas

Conforme já apontamos, economia e sustentabilidade são indispensáveis. Então, as vantagens econômicas possíveis com a adoção de um sistema fotovoltaico são muito superiores às que já temos com a energia elétrica convencional. E, começa com a economia. Após o investimento inicial, que pode ser financiado, os demais custos, praticamente se dissolvem com o tempo. Isso porque sistemas fotovoltaicos demandam pouca manutenção, além de contarem com uma durabilidade extensa.

Por isso, em poucos anos, você pode obter o seu retorno do investimento inicial e aproveitar o seu sistema por décadas. Sem falar que, a energia fotovoltaica é autossuficiente, garantindo um imenso benefício às empresas. Essa vantagem é especialmente interessante para companhias que enfrentam quedas de energia causadoras de perdas de produção.

Vantagens concedidas pelo Governo

As vantagens financeiras também têm garantia do governo brasileiro para quem decidir adotar a energia solar. Por isso, a Resolução Normativa de 2012, admite que o consumidor incorpore o sistema de energia renovável à rede elétrica convencional. Dessa forma, é possível fornecer a energia excedente para a operadora, assegurando ainda mais economia e sustentabilidade.

Podemos exemplificar imaginando uma residência que produz 10 Kwh de energia, durante o dia por meio de painéis fotovoltaicos, mas só usa 3 Kwh. O restante dos 7 Kwh são transferidos para a concessionária através do mesmo sistema, gerando créditos para uso em emergências.

Economia e sustentabilidade

O ganho econômico é a vantagem mais atrativa em um primeiro momento, já que o consumidor opta pela energia solar visando uma economia maior. Contudo, a melhor qualidade da energia solar é a sustentabilidade, já que os sistemas são totalmente ecológicos e não produzem nenhum tipo de resíduo. A radiação solar é interminável e o silício, o principal componente dos painéis, é um dos elementos mais abundantes do planeta.

A título de curiosidade, é interessante saber que o silício compõe a maioria das rochas formadoras da crosta terrestre, com 28% de sua massa. É, ainda, o segundo elemento químico mais abundante da superfície da Terra, ficando atrás apenas do oxigênio.

Ideal para todas as aplicações

Todos os motivos acima citados tornam a energia solar ideal para ser adotada no ambiente corporativo, nas residências e, também, no campo. Suas vantagens ambientais e financeiras chamam a atenção e servem bem para ações e campanhas de marketing. Isso se sustenta pela sua tendência atual de figurar como solução sustentável.

Outra importante vantagem para o Brasil é a insolação média, significativamente maior que em muitas das nações industrializadas do Globo. Por isso, a viabilidade para instalar sistemas de energia solar é muito alta. Segundo dados do Instituto Vitae Civillis, o nosso país recebe cerca de 1013 MWh por ano. Isso representa 50 vezes o consumo anual de eletricidade no país.

Sistemas OFF Grid: economia e sustentabilidade 

Os sistemas de geração de energia solar OFF GRID são ideais para áreas remotas, como o campo ou onde a energia elétrica não chega. São regiões que não possuem conexão com a rede pública de energia, e esses sistemas podem liberar o usuário da conta de luz. Assim, um conjunto de baterias estacionárias armazena o excesso de energia gerado pelos painéis solares.

Os inversores fotovoltaicos em conjunto com os controladores de carga preparam essa energia para ser utilizada a qualquer momento, alimentando o que for necessário, mesmo nos momentos em que o sistema não esteja gerando energia.

> Saiba o que é um gerador de energia solar OFF GRID e as novidades da ALDO

Desenvolvimento livre em todos os lugares

Um gerador de energia solar OFF GRID pode significar liberdade para o desenvolvimento. Aliás, já podemos contar com sistemas de comunicação e até de iluminação em rodovias que são alimentados por equipamentos OFF GRID.

Poder contar com um sistema autossuficiente de geração de energia significa crescimento e desenvolvimento, já que possibilita a criação de empregos (em sítios, ranchos, fazendas). Moradores, centros comunitários, igrejas de áreas isoladas, em que a rede de distribuição não atende, teriam seu desenvolvimento iluminado por um sistema OFF GRID. Além disso, a irrigação das lavouras pode ser feita por meio de bombas d’água movidas a energia solar, proporcionando mais economia e sustentabilidade.

Gerador de Energia Bomba Solar OFF GRID

Esses sistemas foram criados para promover, de forma eficaz, o abastecimento de água em áreas remotas, sem energia elétrica ou com energia intermitente de custo elevado. Essas soluções são usadas principalmente na agropecuária para irrigação, abastecimento e transferência de água para consumo.  O sistema de bomba solar é composto por quatro partes:

  • Painel solar com ou sem estrutura de fixação;
  • Bomba solar do tipo submersa;
  • Controlador;
  • Sensor de nível de água;
  • Cabos e conectores.

Gerador OFF GRID Aldo Solar Drive para Motobomba

Esses sistemas são desenvolvidos para acionamento de bombas centrífugas e submersas trifásicas AC. Assim, os geradores de energia solar com Drives CFW500 transformam a energia solar proveniente dos módulos fotovoltaicos em energia hidráulica. Com isso, oferecem excelente rendimento e maximizando o funcionamento de bombas a indução. Dispõem, ainda, de controle automático de partida e parada da bomba, de acordo com a energia fotovoltaica disponível, além de controle de pressão.

A força que vem do sol

Por fim, conheça mais sobre energia solar e comece agora mesmo a traçar o seu plano de ação para aderir a essa fonte renovável. Por isso, acesse o site da Aldo Solar e confira os produtos.

Caso prefira, entre em contato com nossa equipe de vendas. Se for consumidor final, acesse a CALCULADORA ALDO SOLAR, faça uma simulação do produto e agende uma visita técnica que um revendedor da Aldo irá atendê-lo.

> Leia também: Como se tornar uma revenda Aldo Solar!

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas