Início » Uso de energia solar e eletromobilidade traz benefícios imbatíveis

Uso de energia solar e eletromobilidade traz benefícios imbatíveis

por Alessandra Neris
Tempo de leitura: 6 Minutos

Cada vez mais consolidados como uma tendência mundial, os veículos elétricos representam o avanço tecnológico e ambiental de que a indústria automotiva tanto precisava. São inúmeros os benefícios da energia solar e eletromobilidade, principalmente com relação ao baixo investimento dos geradores de energia solar quando comparados aos preços dos carros eletrificados. Com a utilização dessas soluções de recarga fotovoltaica, é possível subsidiar 100% do consumo do carro elétrico durante 30 anos.

Prosumidor: energia solar e eletromobilidade

Em um cenário que maximiza os benefícios de sustentabilidade e economia, é possível adquirir um gerador de energia solar investindo entre 2% e 3% do custo do veículo elétrico, como exemplo o BMW i3 e o Chevrolet Bolt.

Dessa forma, o consumidor assume uma postura de prosumidor, que é aquele que produz sua própria energia elétrica, não ficando mais dependente da rede pública de eletricidade.

Assim, para se ter uma ideia da economia, um gerador de energia solar de apenas 2kWp gera energia suficiente para subsidiar 100% o consumo elétrico relativo a 1.500 quilômetros de autonomia no mês, durante 30 anos.

Economia no bolso!

Embora os custos dos veículos eletrificados no Brasil ainda sejam elevados, seus inúmeros benefícios já estão sendo reconhecidos pelos consumidores como um excelente investimento a médio e longo prazo. Além de serem muito mais eficientes em termos de desempenho, o custo de seu KM rodado chega a ser 6 vezes mais baixo que um carro a combustão.

Para exemplificar a quão significativa é essa economia, um proprietário de um veículo Chevrolet Bolt ou BMW i3, ambos 100% elétricos, que rodam 50 km por dia, economizam em média R$ 9.500,00 por ano em combustível.

Uma parceria imbatível

No entanto, se o proprietário desses veículos se tronarem “Prosumidores”, gerando a sua própria energia elétrica por meio do sol, é possível subsidiar os gastos de recarga do seu carro elétrico. Assim, essa economia dobra ano a ano pelos próximos trina anos, que constitui a vida útil dos geradores de energia solar.

Aos poucos cada argumento contrário ao uso dos carros elétricos no nosso dia a dia é derrubado. Sua crescente adesão se consolida pela combinação da inovação tecnológica dos novos veículos elétricos e do uso da energia solar. Tudo isso prova que energia solar e eletromobilidade formam uma parceria imbatível.

Veículos elétricos: eficiência, baixa manutenção e zero emissão de CO2

A UCorp é uma startup nacional de tecnologia e soluções de mobilidade corporativa e seu foco são veículos elétricos. A empresa, portanto, fez uma análise comparativa dos veículos elétricos e os movidos a combustão, com o escopo de demonstrar os diferenciais dos elétricos com relação a emissão de CO2 e demais benefício. A análise pretende, também, apresentar, de forma simplificada, as mudanças e as novas tendências em mobilidade.

De acordo com o levantamento da startup, foram comparados os gastos, a eficiência dos veículos, o valor de manutenção e a emissão de CO2. E, como já sabemos, um dos maiores benefícios dos elétricos é a drástica redução de emissão desses gases que causam efeito estufa.

Benefícios da união energia solar e eletromobilidade

  • Zero emissão de C02 – Um grande diferencial, uma vez que veículos a combustão chegam a emitir mais de 3 toneladas de CO2 na atmosfera ao longo de 20.000KM rodados.
  • Baixa manutenção – Enquanto um carro mecânico possui mais de 2.500 peças móveis o veículo elétrico possui apenas 250 peças, promovendo menos degastes e demanda de manutenção.
  • Eficiência – Motores elétricos chegam a ser 90% mais eficientes no que diz respeito ao consumo de energia, enquanto os carros comuns têm eficiência de apenas 40%.

App Plugshare

energia solar e eletromobilidade

Um outro fator muito importante para o mercado de eletromobilidade é a infraestrutura de recarga pública. No Brasil já contamos com mais de 500 postos de recargas que podem ser encontrados através do app PlugShare, que reúne a maior comunidade de motoristas de veículos elétricos do mundo. São Mais de 300.000 estações de recarga de carros elétricos listadas. Importante lembrar que a garagem da Aldo Solar também já está na lista.

O app é gratuito para IOS, Android e web e além de conectar os proprietários de veículos elétricos, também permite encontrar e avaliar estações de carregamento, como a da Aldo.

Meta de carbono e os desafios da indústria automobilística

A General Motors pretende neutralizar completamente suas emissões de carbono a partir de 2040. A companhia assinou, também, o Business Ambition Pledge para 1,5ºC. Com isso, uma das estratégias consiste em produzir apenas veículos elétrico a partir de 2035. A empresa quer começar com os carros de passeio, fabricando modelos elétricos em diversos segmentos e patamares de preços. A fabricante investirá, ainda, em infraestrutura para recargas, trabalhando na aceitação dos modelos elétricos pelos seus clientes.

Já, o BMW Group planeja fabricar mais de 7 milhões de veículos eletrificados (híbridos plug-in e elétricos) até 2030. Desses, dois terços deverão ser elétricos movidos a bateria. Até o momento, a BMW já vendeu mais de 600.000 EVs/PHEVs.

Mercado de veículo elétrico no Brasil

De acordo com a ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), o mercado de veículos eletrificados no Brasil teve o melhor quadrimestre da série histórica, iniciada em 2012. Com 10.392 veículos eletrificados emplacados de janeiro a maio de 2021, já representa um aumento de 84,5% sobre o mesmo período de 2020 (5.633 unidades).

Esses resultados fortalecem ainda mais a previsão da ABVE de que o mercado nacional deve ultrapassar a marca de 30 mil eletrificados só em 2021. E isso representa um aumento de cerca de 52% em relação a 2020. Esse foi o melhor ano da eletromobilidade no Brasil, com aumento que pode chegar amais de 150% sobre as vendas de 2019.

No mundo

A Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) intitulado Global EV Outlook 2021, lançou seu mais recente relatório. Nele, constatou que as vendas mundiais de veículos elétricos, em 2020, alcançaram 4,6% das vendas totais. E, hoje, há mais de 10 milhões de veículos elétricos em circulação no mundo.

Tendência crescente

Essa tendência de crescimento exponencial não dá sinais de enfraquecimento. Maio de 2021 já foi o melhor mês da história da eletromobilidade no país, com 3.102 veículos emplacados de acordo com a ABVE. Com isso, a frota elétrica em circulação no país chegou a 52.661 veículos eletrificados e atingiu 1,6% das vendas totais no Brasil.

Tipo de Veículos Elétricos

Os veículos elétricos já oferecem uma gama de variedades, dependendo da necessidade e disponibilidade do usuário. No entanto, seu maior diferencial é a possibilidade de carregar em uma fonte externa, ou seja, uma tomada (plugue).

Assim, são três os tipos básicos de carros elétricos: os totalmente elétricos, os híbridos e os híbridos plugin. Na classificação “totalmente elétrico” podemos encontrar os que são movidos a bateria (BEV) e os elétricos movidos a célula de combustível (FCEV). Eles são carregados pela energia da rede e, também, podem carregar parte da bateria por meio dos freios regenerativos. Esses freios reaproveitam parte da energia perdida na frenagem do carro.

Infraestrutura de carregamento: postos no Brasil

Hoje, o Brasil conta aproximadamente 500 postos de recarga para carros elétricos em rodovias e locais públicos. Para os próximos anos, a expectativa de crescimento para o setor, no país, ainda é tímida. Contudo, do ponto de vista de eficiência, emissão de carbono e outros benefícios, essa transição do carro a combustão para eletricidade não tem mais volta. As duas tecnologias são incomparáveis, no entanto, embora as montadoras estejam migrando para os modelos elétricos, as dificuldades ainda são grandes.

A força que vem do sol

Por fim, conheça mais sobre energia solar e comece agora mesmo a traçar o seu plano de ação para aderir a essa fonte renovável. Por isso, acesse o site da Aldo Solar e confira os produtos.

Caso prefira, entre em contato com nossa equipe de vendas. Se for consumidor final, acesse a CALCULADORA ALDO SOLAR, faça uma simulação do produto e agende uma visita técnica que um revendedor da Aldo irá atendê-lo.

> Leia também: Como se tornar uma revenda Aldo Solar!

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas