ENERGIA-SOLAR
      Saiba mais sobre painel solar. Grandes marcas: BYD, Trina e Jinko que Aldo Solar oferece. Grande estoque e variedade de sistemas de energia solar.

      Tudo sobre painel solar

      painel solar é uma placa que faz a captação dos raios solares, sendo um dos componentes mais importantes do sistema de energia solar. O objetivo da placa solar é viabilizar a conversão da luz do sol em energia elétrica.

      O painel solar é formado pelos seguintes itens:

      • • Vidro especial;
      • • Caixa de junção;
      • • Moldura de alumínio;
      • • Células fotovoltaicas;
      • • Backsheet (fundo protetor);
      • • Película encapsulante – EVA.

      Quais são os tipos de painel solar fotovoltaico?

      Cada tipo de painel solar é adequado para uma demanda energética específica. Os principais tipos de placa solar são:

      Painel fotovoltaico de silício monocristalino

      Trata-se da tecnologia mais antiga e eficiente quando o assunto é geração de energia solar . O painel fotovoltaico de silício monocristalino (mono-Si) é feito com um cristal de silício ultrapuro — como o próprio nome sugere — cortado em lâminas individuais que são tratadas e, posteriormente, transformadas em células fotovoltaicas.

      As células fotovoltaicas são cortadas de maneira que a área do painel seja melhor aproveitada, resultando em um espaço alinhado. Dessa forma, o painel fotovoltaico de silício monocristalino é formado com várias células fotovoltaicas em paralelo.

      A tonalidade uniforme desta placa solar indica a alta pureza da matéria-prima. Por conta disso, a eficiência atual energética é expressiva variando entre 18% e 21%.

      Painel fotovoltaico de silício policristalino

      Apesar de apresentar diversas semelhanças com o painel solar anterior, o painel fotovoltaico de silício policristalino se difere na maneira pela qual os cristais são fundidos.

      No caso deste tipo de placa fotovoltaica, a fundição é feita em um grande bloco para que sejam formados múltiplos cristais — por esse motivo é chamado de policristalino. Em seguida, os cristais são cortados em vários blocos quadrangulares que serão fatiados em células fotovoltaicas. O painel de silício policristalino possui bordas retangulares, fazendo com que a diferenciação com o monocristalino fique mais nítida.

      As etapas mais simplificadas poderiam fazer desta placa solar a escolha com melhor custo-benefício se não fosse pelo seu desempenho. Em comparação com a versão monocristalina, a placa fotovoltaica apresenta eficiência de 13% a 18%.

      Painel fotovoltaico de filme fino

      Também conhecido como células fotovoltaicas de película fina (TFPV), este tipo de placa solar é feito com várias camadas finas de material fotovoltaico colocadas sobre um substrato.

      Existem vários subtipos para esse painel solar, sendo que a diferença entre eles é a composição do material depositado. São eles:

      • • Silício amorfo (a-Si);
      • • Telureto de cádmio (CdTe);
      • • Cobre, índio e gálio seleneto (CIS / CIGS);
      • • Células solares fotovoltaicas orgânicas (OPV).

      Em média, a eficiência do painel fotovoltaico de filme fino gira em torno de 7% a 13%. Algumas tecnologias de painel de filme fino alcançam uma eficácia de 16%.

      Como funciona o painel solar?

      Quando os raios solares atingem a placa fotovoltaica, o inversor solar — que está conectado aos painéis — transforma essa radiação em energia elétrica. A luz do sol leva cerca de 8 minutos para percorrer a trajetória do sol até os painéis solares.

      A energia produzida é enviada para a caixa de distribuição e, então, distribuída para a residência ou indústria. Caso ela não seja utilizada em sua totalidade, a demanda restante será preservada como uma espécie de “créditos de reserva de energia”. Assim, é possível utilizar a energia solar no dia ou meses seguintes.

      Como instalar uma placa solar?

      A instalação do painel solar fotovoltaico é realizada da seguinte maneira:

      • • Em primeiro lugar, a equipe responsável pela instalação fará um desenho (layout) do local onde será alocado o sistema de energia solar;
      • • Nos casos de telhados de barro, é feita a remoção das telhas e são colocados suportes para fixar o sistema. Já nos telhados de metal, os suportes são aparafusados por meio das telhas;
      • • Em seguida, são instalados os trilhos nos quais a placa solar será afixada;
      • • Os painéis solares são instalados sobre os trilhos e conectados com os cabos solares;
      • • Por fim, os painéis são conectados ao inversor solar que, por sua vez, é instalado na rede elétrica do estabelecimento.

      Neste processo, é importante ficar atento quanto à posição do painel solar. O mais recomendado é que os painéis sejam colocados em direção ao norte, uma vez que o sol nasce no leste e sobe se inclinando ao norte até se pôr a oeste.

      Definir a direção dos painéis com base na latitude do município em questão é fundamental para aumentar a eficiência da placa fotovoltaica e aproveitar os benefícios do sistema de energia solar.

      Quais são as vantagens do painel solar?

      Cada tipo de placa fotovoltaica oferece benefícios específicos que devem ser considerados antes de instalar o gerador de energia solar. Saiba mais a seguir:

      Painel fotovoltaico de silício monocristalino

      • • Maior eficiência;
      • • Garantia de 25 anos;
      • • Ocupa menos espaço;
      • • Redução de custos com instalação;
      • • Durabilidade de aproximadamente 30 anos;
      • • Apresenta melhor funcionamento em condições com pouca luz.

      Painel fotovoltaico de silício policristalino

      • • Custo reduzido;
      • • Menos silício residual;
      • • Vida útil e garantia longas assim como no caso do monocristalino.

      Painel fotovoltaico de filme fino

      • • Fabricação com custo reduzido;
      • • Resistente a altas temperaturas;
      • • Aparência esteticamente mais agradável;
      • • Variedade na aplicação devido à sua flexibilidade;
      • • Baixo impacto do sombreamento no desempenho da placa solar.

      Como escolher uma placa fotovoltaica?

      A aquisição de uma placa solar representa um investimento não somente em energia como, também, em responsabilidade ambiental. Por isso, antes de adquiri-la é importante considerar alguns aspectos importantes, tais como:

      • Material: garantindo que eles sejam de qualidade e adequados à necessidade;
      • Eficiência: é essencial avaliar a demanda energética necessária com a gerada pela placa solar escolhida;
      • Tolerância da potência: trata-se da variação entre a energia que será gerada e a indicada no produto. Portanto, deve estar em concordância para que o sistema funcione como desejado;
      • Fabricante: conferindo a credibilidade e reputação da empresa no mercado;
      • Garantia: apesar de contemplar um período longo, a garantia deve ser analisada sobretudo do ponto de vista da origem do fornecedor para se certificar que ela será cumprida.

      O painel solar deve ser escolhido com base na demanda de cada estabelecimento para que o investimento traga o retorno esperado gradativamente. Caso você tenha se interessado no assunto, entre em contato e converse com um dos revendedores da Aldo para saber qual placa solar é a mais indicada para montar um gerador de energia solar eficiente.