fbpx
Início » Para lutar contra as mudanças climáticas, o mercado deve se unir

Para lutar contra as mudanças climáticas, o mercado deve se unir

por Alessandra Neris
Publicado Última atualização em

Um estudo da Bloomberg mostra que a transição global para a energia limpa requer grandes quantias de capital, e o setor privado deve se mostrar pronto para agir.  E, neste artigo, a gente traz um artigo publicado pelo grupo agora em novembro.  Desde já, a batalha contra as mudanças climáticas está desafiando a máxima que diz: “Quem quer, dá um jeito”.

A COP26, conferência de mudanças climáticas que ocorre em Glasgow em 2021, traz razões para acreditar que há esperanças, principalmente para o maior x da questão: financiar a transição global para energia limpa.

Demanda de energia acelera as mudanças climáticas

Porém, intensificar a prática da energia limpa e outras infraestruturas sustentáveis rápido o suficiente para evitar piores impactos no clima é algo que requer trilhões de dólares em investimento – algo em torno de $100 trilhões. Espera-se que a maior parte venha do setor privado, especialmente após a pandemia ter comprometido tanto do orçamento governamental.

> Leia: O mundo pode ser mais limpo e sustentável pós-Covid-19

Economias em crescimento também crescem em demanda de energia. E se essa demanda foca em combustíveis fósseis ao invés de energia limpa, teremos que pagar tremendamente caro. De danos físicos até as transformações mais severas do clima, temos também os riscos de uma crise alimentícia e, claro, poluição do ar à níveis fatais.

Setor privado se prepara para lutar contra as mudanças climáticas

De antemão, os líderes do setor privado entendem que esses gastos podem ser perigosos. Eles esperam ajudar a preveni-los, e não apenas por altruísmo. Executivos e investidores têm uma exposição significativa aos riscos que as mudanças climáticas trazem. Ao mesmo tempo, a corrida para a energia limpa e infraestruturas sustentáveis é uma enorme oportunidade de investimento.

Além disso, existem desafios cruciais que precisam ser abraçados pelas empresas para dar início ao plano. O sucesso dependerá da coordenação das indústrias, e claro, de um grande capital.

Hoje, mais de 450 grandes instituições financeiras de 45 países já se juntaram à Aliança Financeira de Emissões Zero de Glasgow, grupo que inclui todos os grandes bancos ocidentais. Essa aliança é a melhor oportunidade de conquistar credibilidade do setor financeiro.

> Leia mais: Exportação de lítio verde: Brasil pode se tornar potência

Dessa forma, o trabalho da aliança inclui o foco em mobilizar o capital privado em mercados emergentes e países em desenvolvimento para construir as infraestruturas sustentáveis e acelerar a transição para a energia limpa.

Um exemplo é a Climate Finance Leadership Initiative’s, o primeiro piloto da Índia, que já está ajudando a fortalecer as condições locais para o investimento, desenvolvimento e escala de soluções inovadoras para o clima.

A importância do TCFD para brecar as mudanças climáticas

Uma das políticas inclusas para acelerar o fim dos veículos movidos aos combustíveis fósseis é a Task Force on Climate Related Financial Disclosures (TCFD). O sucesso do TCFD nos dá razões para sermos otimistas de que a aliança pode prover influência e produtividade.

Há seis anos, o TCFD vem entregando dados e métricas claras sobre os riscos e oportunidades criados pela mudança climáticas. Isso é de grande ajuda para líderes de grandes companhias, investidores e governos.

Em 2015, o TCFD criou um modelo de relatório com recomendações para ajudar empresas a medir os riscos e oportunidades relacionados ao clima. Desde então, esse modelo vem sendo usado por mais de 2.700 negócios, instituições financeiras, organizações não-governamentais e governos em 90 países.

Relatórios sobre as mudanças climáticas

Neste ano, o G-20 endossou o modelo de relatório da TCFD como um padrão global para relatórios sobre as mudanças climáticas. Nove países já deram passos para começar seus relatórios, e os governos se reuniram no COP para reconhecer que essa é uma ferramenta essencial na luta contra as mudanças climáticas.

> Leia também: Mundo precisa acelerar o avanço da energia solar para atingir metas

Agora, o TCFD continua a ser adotado por mais governos e negócios. Essa aliança funcionará globalmente para a redução dos gases de efeito estufa, transformando acordos em ações concretas. Além disso, será possível medir o progresso para assegurar a prestação de contas públicas.

Transição para um futuro verde

Desde já, a aliança está pronta para ajudar a entregar os trilhões de dólares necessários para fundar a transição para um futuro verde. Mas precisamos que todos tomem atitudes concretas. O governo precisa criar uma política climática clara e de credibilidade para dar confiança aos investidores.

As companhias precisam de planos de transição críveis para que o capital seja atraído de fato. Já a iniciativa privada precisa trabalhar de forma prática para transformar ambição em ação, desenvolvendo e emergindo economias.

Destaque para a energia solar

Desde que entramos de cabeça no mercado de energia solar, a Aldo Solar deixa claro um de seus objetivos. É disseminar a importância da produção e do uso da energia solar, energia gerada de maneira limpa e mais barata que a energia elétrica.

Treinamos funcionários, capacitamos instaladores e auxiliamos nossos parceiros revendedores pelo Brasil a crescerem juntos conosco, sob a luz da energia solar.

Detectamos que se trata de um mercado merecedor de esforços que possam fomentar essa atividade e, mais que isso, um mercado crescente.

A força que vem do sol

 Por fim, conheça mais sobre energia solar e comece agora mesmo a traçar o seu plano de ação para aderir a essa fonte renovável. Por isso, acesse o site da Aldo Solar e confira os produtos.

Caso prefira, entre em contato com nossa equipe de vendas. Se for consumidor final, acesse a CALCULADORA ALDO SOLAR, faça uma simulação do produto, opções de financiamentoagende uma visita técnica que um revendedor da Aldo irá atendê-lo.

Revendedor Aldo Solar - Mudanças climáticas

> Leia também: Como se tornar uma revenda Aldo Solar!

Este texto foi traduzido da Bloomberg e pode ser lido na íntegra aqui.

Notícias relacionadas

Leave feedback about this

  • Rating