Início » Entenda o que não pode faltar em um kit para energia solar

Entenda o que não pode faltar em um kit para energia solar

por Alessandra Neris

Nos últimos anos, poucos setores do mercado cresceram tanto quanto o da energia solar, já que cada vez mais adeptos recorrem a esse recurso renovável e inesgotável. Entretanto, o funcionamento dos sistemas de geração de energia solar ainda pode causar dúvidas no grande público. Muitas vezes, as pessoas entendem que um kit para energia solar se resume apenas aos painéis fotovoltaicos.

Na verdade, todo o processo de geração ocorre por meio de um kit ou gerador para energia solar, formado por vários componentes. Pensando nisso, decidimos esclarecer o que precisa compor um kit para energia solar. Então, continue lendo este post e saiba mais!

A qualidade do kit para energia solar

Em primeiro lugar, é importante saber que a adesão à energia solar deve sempre ser vista como um investimento de médio a longo prazo. Isso significa que o retorno acontece após alguns anos e, então, o consumidor passa a usufruir dos lucros. Com essa informação em mãos, ao montar um kit para energia solar, a primeira preocupação deve ser com a qualidade dos equipamentos.

Sabemos que produtos de baixa qualidade apresentam uma durabilidade consideravelmente menor. Isso pode precipitar a troca dos componentes muito antes do previsto, o que faz você gastar recursos sem necessidade. Portanto, pense sempre na qualidade dos equipamentos que compõem seu kit para energia solar. Mas, antes, é conveniente entender quais são os diferentes tipos de kit, conforme demonstraremos a seguir:

Kit para sistemas ON GRID

gerador de energia solar fotovoltaica funciona como uma pequena usina sustentável produtora de energia elétrica, que contribui com a economia dos custos. Além disso, colabora com a preservação do meio ambiente. Sua constituição leva dois componentes principais: o inversor solar e o painel solar. Também, há outros componentes como cabos, conectores e estruturas de fixação dos painéis, que são dimensionadas de acordo com o projeto.

O inversor é semelhante ao inversor elétrico comum, porém, a energia que se converte é a do sol. Dessa forma, um gerador de energia solar ON GRID, precisa ter conexão direta com a rede elétrica, ou seja, com a concessionária de energia. Assim, a energia produzida é consumida instantemente (autoconsumo) pela unidade produtora ou injetada na rede da distribuidora nos casos em que a geração for maior que o consumo.

Esse excedente é convertido em crédito que será utilizado para abater na conta de luz por meio de um sistema de compensação. Contudo, é conveniente esclarecer que não é possível zerar a sua conta de luz ao usar o sistema ON GRID. Isso ocorre devido à incidência de taxas, ainda que mínimas, a fim de manter o fornecimento pela concessionária.

Kit para sistema OFF GRID

A principal característica do sistema OFF GRID (sistema isolado) é o fato de não estar conectado à rede elétrica. Isso significa que ele se auto alimenta por meio de baterias e da produção dos painéis solares. Esses geradores são indicados para locais remotos, sem acesso à rede elétrica das concessionárias de energia, bem como estabelecimentos que fazem uso de cargas essenciais que não podem ficar sem energia elétrica, como por exemplo: unidades de tratamento intensivos em hospitais, data centers, aviários, entre outros segmentos.

Nas áreas rurais, esses kits off grid funcionam, principalmente, para eletrificação de cercas, de postes de luz, torres de comunicação, bombeamento de água, entre outras aplicações. Por isso, trata-se de um sistema completo, que reúne todos os componentes, conforme elencamos a seguir:

Nesse tipo de sistema, a energia produzida é armazenada em baterias. Dessa forma, há garantia de funcionamento em períodos com pouca ou nenhuma incidência de luz solar, como os dias chuvosos, nublados e à noite. Durante o dia ocorre o autoconsumo e quando a geração de energia excede o consumo, esse “plus” é enviado à bateria. Assim, a energia extra pode ser útil quando o consumo excede a produção ou para gerar autonomia as demandas de cargas noturnas.

Kit para sistema ZERO GRID

O gerador de energia solar ZERO GRID é um revolucionário lançamento da Aldo Solar. Seu sistema se conecta-se à rede com injeção zero para gerar energia para o autoconsumo imediato. Esses sistemas são inteligentes e controlam a geração de energia conforme a necessidade de consumo e, ao mesmo tempo, não permitem a retroalimentação da rede.

Podemos citar como exemplos de aplicações o Dual ON GRID + ZERO GRID, indicados para médios e grandes projetos. Assim, eles eliminam a necessidade de alterar o contrato de demanda com a concessionária. Podem ser instalados em áreas em que a concessionária não autoriza a injeção na rede. São instalados, ainda, em grandes aplicações de usuários do mercado livre, abastecimento de centrais de ar-condicionado e aplicações diversas para a indústria e o agronegócio.

É cada vez mais comum a instalação de sistemas ON GRID conectados à rede das concessionárias. Ao mesmo tempo, é possível empregar um sistema ZERO GRID que permita um resultado financeiro mais satisfatório ao investimento realizado com um kit fotovoltaico. Essa é a forma mais eficiente de garantir o retorno sobre a geração, já que se torna 100% livre de encargos, impostos, taxas e tarifas. A justificativa para a isenção de encargos é que a energia pode ser consumida enquanto é gerada.

Os geradores ZERO GRID possuem uma interface inteligente que facilita sua configuração e execução. Ainda permite o monitoramento de tudo o que está acontecendo enquanto há o consumo da energia com medições precisas do que está sendo gerado e consumido.

Os componentes do kit para energia solar

Como você pôde perceber nos tipos de kit listados acima, o sistema de energia solar é constituído por vários componentes e estruturas distintas. Abaixo, explicamos cada uma delas:

Painéis solares

Os painéis solares ou fotovoltaicos representam o coração de todo sistema de energia solar. Eles são os responsáveis pela captação da energia solar, sua transformação em energia elétrica e funcionam de maneira relativamente simples. Além disso, são compostos por células fotovoltaicas recheadas de elétrons, que estimulam sua movimentação quando aquecidas, gerando uma corrente elétrica.

Eles demandam baixa manutenção, sendo necessário realizar apenas uma boa limpeza e verificação periódica, principalmente para detectar possíveis rachaduras e danos mais graves.

Suporte e sustentação

Esses componentes são os responsáveis por manter as placas fotovoltaicas fixadas nos telhados. Geralmente, são feitos para telhados com telhas de cerâmica e zinco, mas podem ser adaptados a qualquer outra necessidade como instalação no solo ou até mesmo sobre a água. O suporte dos painéis é uma das estruturas que influenciam na inclinação otimizada para maior captação da irradiação.

Cabeamento elétrico

A fiação elétrica é um componente básico de todo kit para energia solar, mas nem por isso é menos importante. É o cabeamento que liga todas as partes do sistema, possibilitando o fluxo de energia entre elas. Por isso, é fundamental que esses cabeamentos sejam elaborados com material resistente e apropriado para um sistema fotovoltaico, preferencialmente de cobre e com isolamento termoplástico.

Inversor

O inversor é o cérebro de todo o sistema de geração de energia solar. Assim sendo, ele transforma a corrente elétrica, gerada de maneira contínua (CC) para corrente alternada (CA). Dessa maneira, a corrente está pronta para ser utilizada pelo imóvel ou enviada para a concessionária, na tensão correta.

Controlador de carga

No caso dos sistemas OFF GRID, compostos por baterias, o controlador de carga é o responsável pela proteção dessas peças. Assim, basicamente, esse componente controla todo o processo de carga e descarga da bateria, aumentando a vida útil do sistema.

Baterias

Nos sistemas OFF GRID as baterias são o “pulmão” da geração de energia. São elas que garantem o fornecimento constante de energia elétrica para o imóvel, principalmente em dias nublados ou no período da noite.

Além dos sistemas OFF GRID, você ainda encontra baterias nos sistemas híbridos, que reúnem as melhores características dos kits ON GRID e OFF GRID. Eles são ideais para quem, eventualmente, usa os recursos elétricos das baterias.

Cada um dos componentes do kit deve ter alta qualidade. Isso porque não adianta investir muito em todas as peças se o cabeamento, por exemplo, não for capaz de transferir a energia elétrica entre elas. Por isso, contar com especialistas na montagem do seu kit fotovoltaico é a melhor maneira de garantir uma geração de energia solar constante e produtiva.

Como se pode notar, ao montar um kit para energia solar, é essencial conhecer cada um de seus componentes. Além disso, é necessário contar com um fornecedor que garanta a qualidade e pós-vendas desses equipamentos, como a Aldo. Nossos kits são dimensionados para se adaptarem as mais diversas necessidades e estão prontos para serem instalados.

Gostou das nossas dicas? Quer ter a melhor orientação de como montar um kit para energia solar que se adeque exatamente ao que você precisa? Então, entre em contato com a Aldo Solar e receba o melhor atendimento!

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas

Deixe um comentário