fbpx
Início » O que é preciso para comercializar energia solar? A gente te conta tudo!

O que é preciso para comercializar energia solar? A gente te conta tudo!

por Alessandra Neris
Publicado Última atualização em
Tempo de leitura: 5 Minutos

O mercado fotovoltaico expande significativamente ao mesmo tempo em que as empresas buscam por práticas cada vez mais sustentáveis que impulsionem o aumento da produtividade. A consequência dessa nova onda é o crescimento de investimentos nesse setor. Mas, quem pretende comercializar energia solar precisa saber muito bem do que se trata esse universo inovador.

Portanto, acompanhe este post e saiba mais você também!

> O mercado fotovoltaico no Brasil

Comercializar energia solar: investimento vantajoso

Em tempos de escassez hídrica e preço da energia elétrica nas alturas, esse mercado apresenta um ótimo panorama para investimentos. As vantagens são muitas, mas, quem decide trabalhar com energia solar deve procurar se destacar com muito conhecimento e preparo técnico.

Para tanto, não é preciso ser engenheiro elétrico ou eletricista. No entanto, é essencial aprender como funcionam as normas e as técnicas pertinentes ao assunto. Da mesma maneira, é fundamental conhecer as diversas ferramentas usadas, bem como a correta instalação do sistema.

Sobre a importância da energia solar

A preocupação com a conservação do meio ambiente está em todos os lugares. Dessa forma, a energia solar se apresenta como uma solução sustentável para geração de energia elétrica, proporcionando mais economia. O sistema é muito versátil e pode ser instalado em qualquer edificação: residencial, industrial, comercial e propriedades rurais.

Nosso território é abundante em incidência de radiação solar, o que nos favorece muito. Assim, os módulos fotovoltaicos instalados nos locais escolhidos captam os raios solares e os convertem em energia elétrica. No final, gera uma economia de até 95% na tarifa de energia.

> Ações de Responsabilidade Social da Aldo somam mais de R$ 1 milhão neste primeiro trimestre

Energia solar contribui com o social

A fonte de energia solar é limpa, inesgotável e renovável. Ela contribui com a construção de comunidades autossuficientes e reduz a emissão de gases poluentes. Por isso, é considerada a mais sustentável fonte de energia. Além disso, com um mercado em franco crescimento, comercializar energia solar gera muitas novas oportunidades de trabalho.

Quem pode comercializar energia solar?

Conforme já pontuamos, não é necessário ter uma formação específica para atuar no ramo solar. O setor fotovoltaico emprega diversos segmentos que incluem marketing, vendas, atendimento, comercial e financeiro. Por isso, investir em conhecimento sobre o assunto, em diversas frentes, pode ser o ponto de partida ideal.

Nesse sentido, os profissionais devem se qualificar para atender com um serviço de qualidade, que proporcione destaque. Então, estude sobre energia solar por meio de cursos online e presenciais, escolhendo um método de ensino qualificado e certificações, antes de ingressar nesse mercado. Muitas empresas oferecem oportunidades de capacitação para quem está querendo empreender na área.

> Quer mudar de carreira? Que tal trabalhar com energia solar?

Áreas de uma empresa de energia solar

As empresas especializadas em energia solar, como qualquer outra, dividem suas atribuições em departamentos. Existe, portanto, o setor de instalação, o de vendas e marketing, que divulgam o negócio aos clientes, recebendo comissões pelas instalações realizadas. E, na manufatura de painéis, ocorre a fabricação das placas solares e todas as partes complementares, como os inversores e as estruturas de instalação.

Há, ainda, a consultoria, que auxilia os clientes no processo de transição para o sistema solar. O setor de manutenção responde pela funcionalidade do sistema. E os serviços de consultores de energia são especializados nas diversas modalidades de energia alternativa.

Identifique as melhores oportunidades

Conforme foi possível perceber, o mercado fotovoltaico é amplo e tido como um dos melhores investimentos no Brasil atual. Aproveite, então, as melhores chances e aposte em algumas alternativas, como as que descrevemos a seguir:

Instalador fotovoltaico

Para comercializar energia solar ocupando a função de instalador, não é necessário formação acadêmica específica. No entanto, é necessário entender de instalação elétrica, por isso, um curso de capacitação é muito bem-vindo. Assim, você se certifica e garante a qualidade exigida para prestar um bom serviço e se destacar no mercado.

Projetista

Você pode se tornar um projetista no ramo de energia solar. Para tanto, o conhecimento exigido é sobre cálculos que envolvem potência, quantidade de módulos associados, análises de faturas e estimativas de retorno financeiro para os clientes.

Na hora de escolher um profissional qualificado para essas funções, é provável que um engenheiro tenha prioridade. Contudo, para quem já trabalha com instalação, os cursos de projetistas podem ser uma ótima opção. Além disso, é sempre possível se especializar cada vez mais para conseguir novas oportunidades no mercado de trabalho.

> Manutenção de energia solar: o que é preciso saber?

Mercado de franquias

A praticidade desse tipo de negócio e o baixo risco para quem investe são grandes atrativos e impulsionam seu crescimento. As franquias, então, oferecem rede própria de distribuição e, geralmente, uma marca que já se consolidou. Se você tiver um plano de negócio definido e conseguir um franqueador competente, poderá assegurar a expansão do seu negócio com baixo risco financeiro.

Como entrar no mercado e comercializar energia solar?

Um dos principais requisitos para entrar nesse mercado, de forma segura, é buscar conhecimento por meio de cursos de capacitação na área. Assim, recomenda-se iniciar esse processo com um curso básico e, depois, fazer uma especialização em sistemas fotovoltaicos para, depois, se aprofundar em projetos.

O que diz a legislação sobre comercializar energia solar?

Outro ponto importante, é ficar por dentro das legislações e as normas NR 10 e NR 35, regulamentadas pela ANEEL. Elas se referem às exigências para os trabalhos feitos em alturas e processos que envolvem o manuseio de eletricidade.

> Você conhece a legislação de energia solar no Brasil?

Como comercializar energia solar?

Diante de tudo o que foi esclarecido neste post, podemos concluir que para comercializar energia solar, é preciso investir em conhecimento e certificações. Faça um plano de negócio, aposte em estratégias de marketing e garanta serviços de qualidade aos clientes.

A energia positiva que vem do sol

Por fim, conheça mais sobre energia solar e comece agora mesmo a traçar o seu plano de ação para aderir a essa fonte renovável. Por isso, acesse o site da Aldo Solar e confira os produtos.

Caso prefira, entre em contato com nossa equipe de vendas e saiba mais sobre o nosso programa de Aldo Crazy Venda Direta. Se for consumidor final, acesse a CALCULADORA ALDO SOLAR, faça uma simulação do produto e agende uma visita técnica que um revendedor da Aldo irá atendê-lo!

comercializar energia solar

Além disso, conheça nossas ações voltadas à sustentabilidadeAcompanhe também todas as novidades da Aldo em outros canais como Twitter,FacebookLinkedIn Instagram. Fique ligado também em nosso canal no Youtube!

> Saiba mais: Como se tornar uma revenda Aldo Solar!

Notícias relacionadas

Leave feedback about this

  • Rating