Início » Monocélula da Jinko Solar bate recorde mundial com 25,25% de eficiência

Monocélula da Jinko Solar bate recorde mundial com 25,25% de eficiência

por Alessandra Neris
Tempo de leitura: 4 Minutos

Um dos nossos grandes parceiros, a Jinko Solar, continua avançando em qualidade e inovação. E, como resultado dos investimentos massivos em pesquisa e desenvolvimento, a empresa obteve recorde mundial em eficiência na monocélula da Jinko Solar tipo N.

Em 2019, a Jinko firmou com a ALDO Solar um dos mais importantes acordos de distribuição na história da empresa. E é por isso que queremos compartilhar com o mercado de energia solar fotovoltaica mais detalhes sobre esta importante conquista.

Monocélula da Jinko Solar : eficiência recorde confirmada

Em primeiro lugar, a Jinko Solar alcançou uma eficiência recorde de 25,25% de conversão de células solares de silício monocristalino tipo N, de grande área. Com isso, estabeleceu um novo recorde mundial para células solares passivadas por contato de grande porte. Essa informação foi confirmada de forma independente pelo Instituto Nacional de Metrologia da China (“NIM”).

Em outras palavras, não é à toa que a empresa é membro líder da ‘Solar Module Super League’ (SMSL), ou Super Liga do Módulo Solar. Essa é a terceira vez que a Jinko Solar bate recorde mundial desde julho de 2020.

Silício monocristalino Czochralski

Para alcançar a eficiência extremamente alta da célula solar usando polissilício ultrafino, várias tecnologias avançadas foram implementadas. A célula solar foi fabricada, com um tamanho prático de 267,4 cm² de substratos de silício monocristalino Czochralski (CZ) de alta qualidade.

Tal processo inclui wafer tipo N de alta qualidade da Jinko Solar. Isso significa inclusão de tecnologias de contato passivado, difusão avançada e passivação de superfície, metalização de células solares cristalinas entre outras tecnologias inovadoras. Esse grande avanço não só aumentou a eficiência de conversão de energia da célula solar. Ele também abriu caminho para a produção em massa, pela empresa, de células TopCon do tipo N.

P&D voltados para a eficiência máxima

Além disso, foram utilizadas tecnologias avançadas antirreflexo e uma série de atualizações de materiais integradas aos processos de célula para atingir a eficiência de conversão de 25,25%.

“Atingimos um marco importante de P&D e nosso compromisso com a inovação tecnológica em pastilhas de silício, fabricação de células e tecnologias de processamento de módulos. Consequentemente esse feito nos levou a bater múltiplos recordes mundiais de eficiência de células solares e módulos”, explica o Dr. Jin Hao, CTO da Jinko Solar.

“Acima de tudo, estamos muito orgulhosos de quebrar o recorde mundial com células avançadas de grande área do tipo N. Em outras palavras, nossa tecnologia inovadora também detém o recorde mundial de eficiência de módulo fotovoltaico”, conclui.

NIM: compromisso com dados consistentes

A NIM se comprometeu com o fornecimento de dados consistentes, precisos e confiáveis para fins científicos e para o progresso tecnológico. Isso porque a entidade é a mais alta instalação de pesquisa de ciência de medição da China.

Além disso, é provedora de verificação da capacidade CNAS para células solares e módulos em testes de parâmetros elétricos. É, também, detentora de 80% do mercado de serviços de calibração de terceiros para células solares padrão e células solares inovadoras, incluindo células de perovskita.

Emissões de carbono

A China pretende atingir o pico de emissões de carbono antes de 2030 e a neutralidade de carbono até 2060. Por isso, a indústria fotovoltaica está se preparando para um crescimento ainda mais rápido com o LCOE.  Da mesma forma, a eficiência da célula solar é um dos fatores mais importantes.

Reconhecimento global e futuro livre de carbono

O Dr. Hao Jin, Diretor de Tecnologia da Jinko Solar Co. Ltd. O executivo declarou que “cada marco foi um reconhecimento global de nossas capacidades de P&D de classe mundial”. E, assim, é muito grato à talentosa equipe de P&D. Todo o P&D investido foi para promover os objetivos de melhorar a eficiência da monocélula da Jinko Solar e do módulo e, assim, reduzir custos.

Como líderes da indústria, com vários prêmios conquistados, a Jinko solar se compromete com a promoção de um futuro neutro em carbono. Assim, com base em atualizações de tecnologia, que poderão acelerar a produção em massa de produtos industriais competitivos. Além disso, poderão fornecer aos clientes globais produtos mais eficientes, confiáveis e limpos.

Recorde mundial de eficiência com conversão de 25,25%

Matheus Gil, Sales Especialista da Jinko Solar no Brasil, explica que “o DNA da empresa é construído sobre dois pilares: qualidade e inovação. “Nosso departamento de P&D trabalha em busca da melhoria contínua. Fato comprovado pelos inúmeros prêmios e recordes conquistados ao longo dos últimos anos”.

Para concluir, o executivo explica: “é um orgulho saber que mais uma vez quebramos um recorde mundial de eficiência. A eficiência máxima de conversão de células melhorou de 24,79% para 24,9%. E, desta vez, com células monocristalinas do tipo N, passou a 25,25% de eficiência. Certamente, essa conquista trará ainda mais inovação para o mercado. Consequentemente, também contribui para um melhor LCOE, balanço do sistema e menores custos de geração de energia para o mercado solar”.

Por fim, saiba mais sobre os produtos da Jinko Solar. Confira os modelos de geradores Aldo Solar com painel solar da Jinko Solar.

 

 

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas