Início » Saiba mais sobre os geradores OFF Grid no Projeto Amazônia 4.0

Saiba mais sobre os geradores OFF Grid no Projeto Amazônia 4.0

por Alessandra Neris

O Projeto Amazônia 4.0 tem o escopo de explorar as potencialidades da Amazônia por meio da implantação de Laboratórios Móveis (LCAs). A intenção é criar bioindústrias locais em áreas remotas. E para viabilizar a proposta, novas tecnologias aliadas a sistemas de geração de energias limpas e renováveis serão usadas. Trata-se, portanto, de laboratórios tematizados e específicos para cada cadeia produtiva ou tipo de biodiversidade. Assim, os geradores OFF GRID no Projeto Amazônia 4.0 estão entre essas tecnologias inovadoras.

Com isso será possível gerar empregos, proporcionar inclusão social, capacitação e melhoria da qualidade de vida das populações locais, Tudo isso de forma sustentável e sem a degradação da floresta.

Viabilização do projeto

Para tornar o projeto viável será necessário contar com a cooperação técnica-científica que não exija recursos financeiros e contribuam com o desenvolvimento dos objetivos traçados. Além disso, busca-se doadores complementares a fim de obter verbas suplementares junto aos financiadores.

Geradores OFF GRID no Projeto Amazônia 4.0

Estima-se que o custo da micro geradora, equipada com Sistema Fotovoltaico Off-Grid de 24,6 kwp, chegue a R$ 325.000,00, fornecida e instalada no Estado do Pará. O objetivo principal é disponibilizar infraestrutura de energia para o LCA Cupuaçu-Cacau. Vale dizer que esse é um componente dos mais importantes do projeto, junto à Biofábrica de agregação de valor.

O LCA Cupuaçu-Cacau demonstra que qualquer local da Amazônia pode se desenvolver por meio de uma solução de energia tecnológica. O projeto já está atraindo grande interesse da mídia especializada em meio-ambiente, negócios e economia. Assim, parceiros e financiadores terão uma oportunidade única de propagar seus valores alinhados aos altos objetivos de sustentabilidade e valorização humana do Projeto Amazônia 4.0.

Captação de recursos e desenvolvimento local

Assim sendo, o passo seguinte é captar recursos para implementar o sistema de energia renovável do LCA da Amazônia Cupuaçu-Cacau. Dessa forma, após a construção do primeiro laboratório móvel, será necessário agregar recursos humanos para iniciar as atividades que resultarão na capacitação de comunidades produtoras. Isso adicionará valor a produtos e proporcionará a geração de novos negócios locais.

Campanha Voa-Doa Solar pela sustentabilidade na Amazônia

Voa-Doa Solar pela sustentabilidade na Amazônia

Durante 100 dias a Aldo Solar, em parceria com a Jinko e a Growatt, promoverá mais uma grande campanha promocional. É a campanha “Voa-Doa Solar” pela sustentabilidade na Amazônia! A campanha, além de levar benefícios exclusivos aos nossos fiéis revendedores no segmento de Energia Solar, apoiará diretamente essa importante iniciativa denominada Projeto Amazônia 4.0.

Sendo assim, a campanha terá, não somente um cunho promocional, mas, acima de tudo, um escopo social e sustentável. Terá, portanto, a contribuição da Aldo Solar, Jinko e Growatt na construção de um dos Laboratórios Criativos do Projeto Amazônia 4.0.

Confira como A Aldo, a Jinko Solar e a Growatt apoiam o projeto:

Conheça mais sobre o projeto acessando aqui e não deixe de participar. Isso é fundamental, pois, a sua performance, resultará em prêmios, além de contribuir diretamente com essa grande iniciativa!

Doação para o projeto Amazônia 4.0

Haverá a premiação, a cada Gerador de Energia Solar adquirido pelos nossos fiéis clientes, com Painel Jinko Tiger Pro e Inversor Growatt, durante a Campanha. Além disso, a Aldo Solar em conjunto com os Fabricantes das marcas participantes, doará R$ 100,00 para o projeto Amazônia 4.0 em cada compra realizada.

O OBJETIVO É QUE AO FINAL DOS 100 DIAS DE CAMPANHA SEJA ACUMULADO UM MONTANTE DE R$ 300.000,00. ESSE VALOR SERÁ DESTINADO À CONSTRUÇÃO DO LABORATÓRIO CRIATIVO E GERADORES OFF GRID NO PROJETO AMAZÔNIA 4.0. ASSIM, O LABORATÓRIO SERÁ EQUIPADO COM UM SISTEMA OFF GRID DE GERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR PARA TODO O COMPLEXO DO LABORATÓRIO.

Fomento do desenvolvimento na Amazônia

Os Laboratórios Criativos da Amazônia devem se converter em ferramentas para auxiliar os povos da floresta e comunidades urbanas locais para emergir essa nova bioeconomia. É preciso empoderar as populações pobres e marginalizadas com tecnologias modernas.

Quantas pessoas serão atingidas pela elaboração dessa quantificação? No ano em que o LCA Cupuaçu-Cacau começar a operar, serão capacitadas 200 pessoas diretamente, em quatro comunidades locais do Pará.

No entanto, o impacto acabará se mostrando muito maior. Isso porque na sequência das capacitações haverá um ano de assistência aos capacitados para formarem novos ou melhorarem seus negócios. Isso ampliará o número de beneficiários dos eventos na comunidade.

Melhorias para a cadeia produtiva

O projeto ajudará também toda a cadeia de produtores. Eles terão compradores locais (e não atravessadores) para seus produtos, pagando preço justo e valorizando a origem local. Sem falar que o LCA poderá e deverá continuar viajando por outros locais e outros estados (por isso o concebemos como estruturas móveis). Dessa forma, tende a ampliar muito esse alcance na população.

Então, os 200 diretos do primeiro ano não refletem a realidade do alcance do que estamos realizando com a demonstração e a capacitação. Além disso, o efeito multiplicador pela ampla divulgação, tenderá a mover outros atores na direção da nova bioeconomia da biodiversidade, com agregação de valor local.

Um projeto desafiador e promissor

Por fim, estamos lidando com algo disruptivo e desafiador, no entanto, é preciso cooperar com mudanças em sistemas econômicos e sociais. Isso é fundamental para contribuir com o surgimento de uma sociedade mais justa e sustentável para as futuras gerações.

E você, já está pronto para essa iniciativa? Colabore com a campanha, concorra ao prêmio e ajude a Amazônia 4.0 a alcançar esse objetivo inovador! Saiba mais sobre a Campanha Voa-Doa, acessando aqui!

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas