Início » Preço de painel solar pode aumentar até 12%

Preço de painel solar pode aumentar até 12%

por Aldo Componentes Eletrônicos
como ganhar dinheiro com energia solar

O preço do painel solar MONO-PERC deve ser o mais afetado e por isso essa é a hora de comprar equipamentos para geração de energia solar com redução de até 20%.

*Por Aldo Pereira Teixeira, presidente fundador da ALDO Solar

Neste texto gostaria de reforçar o teor do artigo que compartilhei aqui no blog da Aldo há uma semana sobre a redução dos impostos para a importação de equipamentos fotovoltaicos pelo chamado ex-tarifários. Trata-se de uma redução temporária da alíquota do imposto de importação para quando não há produção nacional equivalente. O momento de comprar é agora. Entenda por quê.

Ao mesmo tempo em que a geração de energia solar cresce em ritmo acelerado no Brasil e no mundo, aquecendo a economia e precisamos comemorar, cresce a preocupação do mercado com um possível aumento no preço do painel solar em nível global.

A previsão é de aumento nos preços

Nesta semana, depois de dois anos de quedas sucessivas nos preços, tivemos uma reversão no preço do painel solar fabricado na China. Pela primeira vez os fabricantes chineses suspenderam as vendas e anunciaram um aumento de até 12% nos preços do painel solar fotovoltaico, principalmente no painel solar MONO-PERC.

Parte do motivo para o aumento está relacionada às explosões na fábrica da chinesa GCL-Poly, responsável pela produção mundial de 10% de células de silício (células fotovoltaicas). Usadas na fabricação dos painéis solares, o fato acarreta o desabastecimento da matéria-prima e provocando aumento nos preços, o que impacta no valor final do sistema fotovoltaico aqui no Brasil.

Além disso, outra preocupação crescente é que a área onde está situada a fábrica da GCL-Poly e de diversas outras empresas do segmento fotovoltaico na província de Xinjiang, enfrenta um novo surto da Covid-19. Junte-se a isso o aquecimento da demanda por equipamentos de energia solar na Europa, que emerge em recuperação da paralisação dos negócios pelo coronavírus.

Assim, mesmo com o governo brasileiro tendo incluído alguns equipamentos de energia solar fotovoltaica no chamado ex-tarifários com o imposto de importação para painéis selecionados reduzido em 12%, o desconto não deve ser sentido no bolso dos brasileiros no curto prazo, até que os preços voltem à normalidade na China.

A hora de comprar é agora

Seja qual for a razão para o aumento dos preços dos módulos fotovoltaicos, preciso reforçar uma mensagem importante às revendas e instaladores: a hora de comprar é agora. Aproveite a redução de até 20% nos preços dos geradores de energia solar disponíveis no estoque da ALDO Solar, uma das principais distribuidoras de equipamentos para geração de energia solar e TI do Brasil.

Dessa forma, mesmo com as incertezas internacionais, essa é a hora é de avançar, antes que os aumentos esperados sejam repassados para a venda dos equipamentos no Brasil. Com 38 anos de mercado e atuação em outros segmentos, mais recentemente nos bens de informática e telecomunicações, temos experiência nestas mudanças de cenário e por isso, confiamos em nossas recomendações.

Contudo, para as revendas e instaladores que quiserem aproveitar descontos de até 20% nos equipamentos de energia solar disponíveis no site da ALDO Solar sugiro conferir a campanha “Revendedor Premium Aldo Solar”. Clientes cadastrados com compras acumuladas no valor de R$ 250 mil ganham 1 Empilhadeira Hidráulica ALDO SOLAR. Especialmente desenvolvida pela empresa para cargas e descargas de paletes com Geradores e Painéis Solares, com capacidade de carga de 1500 kg, elevação dos garfos de 1,64 m e comprimento dos garfos de 1,7 m.

Em momentos como o que estamos vivenciando, vale a pena considerar que temos um papel importante e protagonista na sociedade, pois a energia solar é capaz de contribuir para maior qualidade de vida e economia no dia a dia dos brasileiros, gerando energia elétrica nos seus próprios telhados. Aproveite o momento e conheça mais a campanha da Aldo Solar!

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas

Deixe um comentário