Início » Conheça a linha de financiamento Santander para fontes renováveis

Conheça a linha de financiamento Santander para fontes renováveis

por Alessandra Neris
A adoção da energia solar pela população está aumentando a cada dia e, com isso, a expansão do mercado fotovoltaico ganha fôlego na mesma proporção. Segundo a ABSOLAR, o Brasil já bateu a marca de 400 mil sistemas fotovoltaicos de geração distribuída conectados à rede. Junte a isso mais de 3,8 gigawatts de potência instalada em todo o país. E, um dos motivos desse crescimento é a possibilidade de aderir a uma nova linha de financiamento, voltada para projetos de energia solar.Essas linhas de financiamento são mais acessíveis, justamente para tornar os projetos fotovoltaicos disponíveis para um número maior de consumidores. Vale dizer que a energia solar proporciona às empresas de portes diferentes e consumidores residenciais e rurais uma redução significativa em suas contas de luz. Dessa forma, esse mercado sustentável tende a se ampliar indefinidamente.

Financiamento para energia solar fotovoltaica

Considerando que a vida útil de um sistema fotovoltaico é de 25 anos, podemos garantir que seu investimento é uma escolha importante para reduzir despesas. Isso porque a produção de energia passa a ser autossuficiente em um país com imenso potencial para gerar energia solar.Então, quando contratamos um serviço, nada melhor que pagar à vista, afinal, esse é o único jeito de ficar livre de juros e outros encargos. Entretanto, essa não é a realidade da maioria dos consumidores, o que acaba exigindo a contratação de uma linha de crédito. Essa opção favorece o ajuste à economia que a própria geração do sistema fotovoltaico proporciona.Por isso, é interessante conhecer uma linha de financiamento que permita a adesão a um sistema fotovoltaico com taxas e regras ainda mais atrativas, como a que apresentaremos: a nova linha do Santander Financiamentos. Quer saber mais? Continue com a gente!

Santander Financiamentos para energia solar

O Banco Santander Brasil é um dos pioneiros na iniciativa de financiar projetos de geração de energia solar. Tem auxiliado desde grandes usinas até a venda de painéis fotovoltaicos para pequenos agricultores.Assim sendo, a IFC (Internacional Finance Corporation), membro do Grupo Banco Mundial, concedeu ao Banco Santander uma linha de financiamento de aproximadamente R$ 560 milhões. Esse fundo visa facilitar o crédito a pequenas e médias empresas. Desse montante, a metade será direcionada ao comércio de sistemas fotovoltaicos.Vale dizer que essa é a terceira transação feita pelo banco com a IFC desde 2017. O empréstimo vale por um ano, com possibilidade de renovar mais uma vez.

Prazo prorrogado

O plano de pagamento de equipamentos fotovoltaicos, então, foi prorrogado pelo Santander Financiamentos, de 60 para 72 meses. Além disso, a financeira anunciou a extensão do período de carência para o vencimento da primeira parcela, de 90 para 120 dias.De acordo com o banco, os novos prazos ajudam pessoas físicas e empresas de todos os setores que pretendam instalar um sistema fotovoltaico. Assim, para acessar essa nova linha de financiamento não precisa ser correntista do Santander.Franco Fasoli, Diretor de Empresas, Governos & Instituições do Santander do Brasil destacou a importância de financiar linhas de crédito verde. O diretor ressalta que “esse momento é fundamental para apoiar a transição para uma economia mais limpa. Além disso, é parte de nossa estratégia, colaborar para um ciclo virtuoso de retomada da atividade no país. Essa nova parceria com a IFC nos permite ampliar nossa atuação nesta importante frente”.Rogério Santos, executivo da IFC, na área de Instituições Financeiras para o Brasil, esclarece que: “A pandemia da Covid-19 afetou as economias em todo mundo. Deixou empresas particularmente vulneráveis. É por isso que, além de catalisar projetos verdes, a linha de financiamento da IFC permitirá que o Santander apoie pequenas e médias empresas. Isso inclui as de mulheres empreendedoras, possibilitando a continuidade de seus negócios e a preservação de empregos”.

Banco Santander em parceria com a Aldo Solar

O Banco Santander, em parceria com a Aldo Solar oferece essa alternativa de financiamento. Dessa forma, os juros podem variar de acordo com o valor e as demais condições contratadas.E quem pode financiar? Toda pessoa física ou jurídica que se interesse pela aquisição de um gerador de energia solar. Sendo assim, destacamos a documentação necessária para que o interessado possa firmar o contrato com a financeira.Para pessoa física, exige-se um documento pessoal contendo fotografia válida para identificação pessoal. Já, a pessoa jurídica deve apresentar cartão do CNPJ, contrato social da empresa e documento pessoal do sócio proprietário, contendo foto válida para identificação pessoal.Com esses documentos em mãos, o contratante pode financiar geradores de energia fotovoltaicos e aproveitar as condições de financiamento, abaixo descritas:Valor do financiamento: O valor financiado máximo para contratantes não correntistas é de R$ 500.000,00. Enquanto o valor máximo para correntista Santander é de R$ 1.000.000,00Quanto aos prazos, para pagamento do financiamento Aldo Solar e Santander, verifica-se 3 a 60 MESES com juros, e carência de até 120 dias. Já, a taxa de juros é a partir de 0,79%/TAC (tarifa de cadastro).Dessa forma, é possível financiar sistemas para geração de energia solar fotovoltaica compostos por painel/módulo solar fotovoltaico, inversor, cabeamentos, conexões e suportes.

Facilidade de acesso para contratar

Após preenchidos os pré-requisitos, o crédito é liberado pela web e sem burocracia, diretamente com uma REVENDA ALDO SOLAR. Assim, o interessado pode fechar o negócio sem sair do conforto de sua casa ou empresa.Destacamos que a parceria recentemente fechada com a ALDO Solar estabelece um importante momento dentro da nossa trajetória neste mercado. “A união do Santander com o maior player de Geradores de Energia Solar do Brasil trará inúmeros benefícios para toda a cadeia de consumo no País”.
Aldo Pereira Teixeira, presidente e fundador da empresa, comenta: “nossa visão é construir um país que dá exemplo por meio de uma matriz energética baseada em fontes limpas e renováveis. Assim, a parceria com a Santander Investimentos proporciona a oferta de linhas de crédito sem burocracia para aquisição de equipamentos de energia solar. Isso ajudará os brasileiros a se tornarem independentes na geração de energia elétrica, tendo o sol como maior parceiro e a sustentabilidade como lema”.
Para obter mais informações sobre a nova linha de financiamento Santander Financiamentos, acesse o link e conheça as vantagens.
Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas

Deixe um comentário