Início » Como ter uma casa movida a energia solar

Como ter uma casa movida a energia solar

por Alessandra Neris
Tempo de leitura: 3 Minutos

Segundo dados da ABSOLAR, no Brasil, a capacidade instalada e de geração distribuída está crescendo, principalmente, da energia solar fotovoltaica. Isso é um reflexo das características que fazem essa fonte de energia tão atraente. É o que tem feito muita gente pensar seriamente em como ter uma casa movida a energia solar.

Um dos motivos para a adesão crescente é o alto preço das tarifas de energia, que é um fator econômico relevante para que isso aconteça. No entanto, o apelo da sustentabilidade é uma razão fundamental para a adesão da população à geração de energia solar nas residências.

Casa com placa solar

Com os benefícios que podemos conseguir usando energia solar, você já pensou como seria ter uma casa totalmente abastecida por essa fonte de energia? Já existem projetos promissores para se inspirar! Em Viamão, RS, no bairro São Lucas, o projeto de uma residência chamou a atenção pelo seu caráter sustentável e preocupação com o meio ambiente.

O sistema tem 10 módulos solares e um inversor. São equipamentos com capacidade de geração mensal de 388 kWh, o que pode suprir 100% das necessidades de seus moradores. Com isso, eles se tornam autossustentáveis em relação ao consumo de energia elétrica. E ainda, segundo estimativas, em apenas um ano de operação desse sistema, a casa deixará de emitir 2.470 Kg de CO2 na atmosfera. Não é incrível?

Energia solar residencial

Conforme, vimos no projeto acima, a energia solar é capaz de suprir todo o consumo de energia elétrica de um imóvel. Para tanto, é necessário apenas instalar um sistema fotovoltaico a fim de captar a luz solar. Assim, você economiza até 95% na sua conta de luz.

No entanto, existem algumas diferenças entre os sistemas residenciais e os implementados na indústria ou no comércio. A principal está na potência da geração de energia, já que as casas demandam menos potência.

Como é o sistema residencial

Nas residências, são usados os painéis solares, normalmente, instalados no telhado das casas. Assim, com o auxílio o inversor solar, há geração de energia na presença de luz solar. Toda luz captada é levada ao inversor, que altera a corrente elétrica, passando de corrente contínua para alternada. Isso é essencial para compatibilizar com a corrente da residência e tornar possível o uso da energia para todas as necessidades domésticas.

É importante destacar que os sistemas ON GRID são os mais usados em residências e sua conexão é direta com a rede elétrica. Dessa forma, qualquer produção excedente é enviada à distribuidora local e o consumidor gera um crédito na conta de luz. Assim, quando a produção de energia não é suficiente (à noite, dias nublados ou chuvosos), a rede elétrica abastece a casa por meio dos créditos.

Energia solar sem telhado

Sim, dependendo do projeto, a arquitetura moderna já pode levar em consideração o uso destas placas na própria construção. Então, o equipamento pode ser aplicado à estrutura de uma edificação já existente.

No entanto, os painéis fotovoltaicos também podem substituir telhas ou os vidros em uma fachada, por exemplo. Os painéis solares bifaciais também podem ser usados como estruturas para áreas de lazer, pois absorvem a luz solar pelos dois lados. Podem, ainda, aumentar a captação de energia em até 25%.

Vantagens de ter uma casa movida a energia solar

Por suas dimensões e a posição geográfica ocupada, o Brasil é contemplado com uma das maiores incidências de raios solares do mundo. O potencial do país para o uso da energia solar é muito grande, mas pouco explorado. Ainda são escassas as iniciativas de incentivo à exploração desta fonte energética, que tantos benefícios pode proporcionar logo no início de um projeto arquitetônico.

Mas, você pode mudar a sua realidade assim que parar para analisar as principais vantagens de aderir à energia solar na sua residência. Você pode ter:

  • Redução de até 95% na conta de luz;
  • Valorização do seu imóvel;
  • Fim do aumento da conta de luz;
  • Sustentabilidade;
  • Instalação rápida;
  • Ausência de ruído.

Em futuro nada distante, é provável que a maior parte da população já esteja usando a energia solar como sua principal fonte. Essa nova realidade será uma necessidade, tendo em conta as mudanças no clima e a alta demanda por energia.

Por isso, que tal começar a considerar essa mudança para agora? Aproveite para conferir como é uma casa com energia positiva!

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas