Início » Participe do webinar Riqueza Energética para todos os Brasileiros

Participe do webinar Riqueza Energética para todos os Brasileiros

por Alessandra Neris
Tempo de leitura: 5 Minutos

Recentemente, falamos sobre as mudanças sociais movidas pela vontade e iniciativa do povo e como isso também é necessário no cenário atual. Discorremos sobre as transformações ocorridas na Europa, seus ideais iluministas e sua influência no governo e na economia da época. No entanto, agora a nossa maior urgência diz respeito aos recursos naturais, portanto, estamos nos referindo ao controle da energia pelas mãos da população. Sabemos que precisamos fazer algo pelo nosso planeta e pelo futuro das próximas gerações, por isso, precisamos nos voltar ao tema de clama pela riqueza energética para todos os brasileiros.

Solar Talks: riqueza energética para todos os brasileiros

Pensando nisso, dentro de nossa iniciativa Solar Talks, organizamos um webinar, que acontecerá no dia 08/06, às 14 horas, horário de Brasília, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

A ideia é debater a transformação que alia a energia do sol à tecnologia. Assim, podemos lançar um olhar mais positivo para o problema de abastecimento de energia, que ainda afeta muita gente, principalmente em condições mais vulneráveis.

Time de peso participa do webinar

Solar Talks

Nesta edição, quem participa do webinar são grandes nomes do mercado fotovoltaico brasileiro.  Aldo Pereira Teixeira, CEO da Aldo Solar, Rodrigo Sauaia, presidente executivo da ABSOLAR, Alberto Cuter, diretor da Jinko Solar para LATAM e Itália, Frank Qiao, diretor de vendas internacionais da Growatt Energy, Professor Ismael Nobre, um dos idealizadores do projeto Amazônia 4.0 e, como moderador, o Professor Nailor Marques Junior.

Para se inscrever, basta acessar: https://attendee.gotowebinar.com/register/3156387136607186958

Motivações para a mudança da matriz energética

A mudança da matriz energética é fundamental e urgente. E, talvez o principal motivo seja a dificuldade que muitas pessoas ainda encontram para pagar suas contas de energia, a chamada pobreza energética. No entanto, a introdução da energia solar pode ser a saída mais viável para acabar com essa situação, levando conforto e abundância para todos.

Sistema tradicional vigente

O sistema tradicional de fornecimento de energia é alimentado por urânio, gás, petróleo, carvão e energia hidrelétrica. Sendo assim, ele distribui sua eletricidade para a rede de alta tensão e, em seguida, a leva para as pessoas em suas casas. Nesse modelo as pessoas precisam comprar a energia e o dinheiro sai da comunidade. Dessa forma, os produtores continuam monopolistas e a eletricidade é de propriedade privada, assim, o lucro da operação vai todo para o exterior.

Riqueza energética

Contudo, quando a comunidade se reúne para colocar um projeto de energia renovável em prática, cria-se a possibilidade real de deixar de depender do monopólio. Assim, elas passam a poder trabalhar sozinhas e gerar a própria energia, demonstrando que o controle da energia pertence ao povo. A população assume o comando do seu próprio futuro em face de forças corporativas ávidas por lucro em detrimento da saúde e até da própria vida.

Ações pela adoção da energia solar

Conforme já destacamos antes, na Europa, praticamente todas as ações em prol da energia, que iniciaram a mudança partiram de pessoas comuns, de pequenas comunidades. Ao mesmo tempo, os adversários que tiveram que combater não eram nada pequenos. Aqui, podemos fazer o mesmo.

O poderio das grandes distribuidoras de energia elétrica e a resistência dos governos talvez tenham sido o maior desafio enfrentado. Convém lembrar que a os governos normalmente estão do lado das grandes empresas, mas, esse é um fato já há muito conhecido. Essa luta não é rápida, nem fácil, nem justa na maior parte do tempo, mas precisa ser travada.

Movimentos bem-sucedidos

Já citamos as cooperativas de energia renovável, criadas no Reino Unido, para ajudar os cidadãos a criarem energia a partir do vento e do sol. Falamos sobre suas dificuldades e o sucesso alcançado no final.

Destacamos, também, a importante conquista do povo na Alemanha, quando decidiram substituir a energia nuclear por fontes renováveis. Houve enorme resistência por parte dos grupos dominantes, com tentativas infrutíferas de boicote. No entanto, por meio de um referendo, a energia renovável venceu com 52,5% dos votos. A partir desse ponto, estava dada a largada para uma transição que melhorou muito a qualidade de vida de todos naquele país.

O início da conscientização

Os europeus começaram antes a direcionar a energia pessoal em favor da mudança das matrizes de energia elétrica. E estão conseguindo. Aqui, começa a ganhar força um movimento de pessoas que reconhecem a importância de se produzir energia sem queimar combustíveis não renováveis. E com isso, parar de degradar ainda mais as riquezas naturais. Em se tratando de Brasil, é uma necessidade e não uma mera solução mais barata.

A energia solar preenche todas essas lacunas. É limpa, barata, é de todos e está em nossas mãos. O movimento aqui também começa de baixo, precisa ser baseado na força da união, mas percorre caminhos diferentes do caminho europeu. Portanto,  precisamos primeiro mostrar que, além de necessária, a mudança é possível e não falta matéria prima (irradiação solar).

Reforço de um conceito

Para fazer acontecer, o que realmente precisamos é fortalecer a ideia sobre riqueza energética para todos os brasileiros. É o conceito de energia mais limpa e barata para todos. Vale dizer que, a nosso favor, temos os avanços da tecnologia que nos permite ter acesso a equipamentos cada vez mais baratos e eficientes.

De nossa parte, desde 2015 seguimos o objetivo de disseminar a ideia da produção de energia limpa e mais barata. Além de dar o exemplo, a Aldo Solar apresenta e traz os melhores equipamentos, além de capacitar profissionais. E mais: parceiros revendedores e instaladores em todo o país ajudam na tarefa de tornar a energia solar um patrimônio das pessoas.

Como levar riqueza energética para todos os brasileiros?

Precisamos nos inspirar nos exemplos dos países desenvolvidos em termos de produção de energia elétrica limpa e sem intervenções dramáticas na natureza. Por isso, temos de seguir os bons exemplos e mostrar que apesar dos desafios, a energia das pessoas tem o poder da mudança.

E essa mudança deve levar riqueza energética para todos os brasileiros, sem nenhuma distinção! Afinal, a energia do sol é de todos nós e o controle da energia parte do povo! Participe do webinar no Solar Talks no dia 08/06 e abrace essa causa!

Por fim, se você chegou até aqui, aproveite a oportunidade e entenda como encontrar um bom fornecedor de painéis fotovoltaicos!

Compartilhe:
Avaliação
0 comentários

Notícias relacionadas