Início » Mercado de PCs segue em expansão em todo o mundo

Mercado de PCs segue em expansão em todo o mundo

por Alessandra Neris
Tempo de leitura: 4 Minutos

Apesar da escassez de semicondutores, que preocupa empresas do setor, o mercado de PCs segue em expansão. Assim, de acordo com analistas da IDC, esse segmento continua como um dos muitos no ramo de tecnologia a se manter promissor. Dessa forma, há expectativas de que as remessas de PCs mantenham o ritmo de crescimento em 2021. Isso conforme prevê o relatório Worldwide Quarterly Personal Computing Device Tracker.

IDC: mercado de PCs segue em expansão

De acordo com o relatório da IDC, o aumento da procura por notebooks e computadores foi mais significativa entre os consumidores em geral. E, na sequência, aumentou no setor comercial e educacional. De maneira global, a pandemia impulsionou o crescimento das vendas de PCs, tendo em vista que muita gente precisou trocar ou comprar seus equipamentos. Essa necessidade surgiu em razão da adoção do trabalho remoto por muitas pessoas que, antes, trabalhavam em escritórios. O mesmo se deu em função do ensino à distância, pelos mesmos motivos.

Destacamos que tal levantamento considera somente remessas de notebook, desktops e estações de trabalho. Então, os tablets e os servidores x 86 não foram incluídos na pesquisa.

Impacto da escassez de semicondutores

Segundo a Worldwide Quarterly Personal Computing Device Tracker, a escassez de semicondutores interfere no mercado de PCs, que continua crescendo em 18,1% para 2021. No entanto, a consultoria aponta a possibilidade de uma ligeira queda desse crescimento em 2022, em torno de -2,9%. Por outro lado, a taxa anual de crescimento geral de cinco anos (CAGR) persiste em positivos 3%.

Cadeia de suprimentos

Ryan Reith é vice-presidente de programa de rastreadores mundiais de dispositivos móveis da IDC. O executivo chama atenção para que se faça uma análise mais profunda desse mercado no que tange à escassez de insumos. Segundo sua declaração, ao analisar o impacto da escassez, é importante considerar que há muita coisa acontecendo sob a cadeia de suprimentos de PCs.

A discussão não se restringe à restrição atual do mercado geral de semicondutores. Para o mercado geral de PCs existe um entendimento distinto dos anos anteriores à pandemia.

Desempenho dos fornecedores de PCs

Em relação ao trimestre anterior, os três principais fornecedores de PCs do mundo se mantiveram inalterados. A Lenovo cresceu 42,3% e teve uma remessa de 17.548 milhões de unidades, atingindo a primeira posição. A HP, em segundo lugar, remeteu 14.963 unidades de computadores, o que apontou um aumento de 34,6% comparando com o mesmo período de 2020. Nessa sequência, a Dell ficou na terceira posição, com 11.542 milhões de remessas, com um crescimento de 12,9%. Por último, ficaram a Apple, a Acer e a Asus. Fonte: Gartner (abril de 2021)

Contraste entre fabricantes

O crescimento da Lenovo apresentou um significativo contraste com a Dell e a HP. Em grande parte, isso ocorreu em razão da alta demanda na China. Assim, a empresa cresceu em todas as principais regiões acima da média, com aumento ainda mais expressivo na Ásia Pacífico, onde revelou um acréscimo de 63,7%. Outro motivo para tanta diferença parece estar no controle mais eficiente da cadeia de suprimentos da Lenovo, já que a maior parte de seus PCs é produzida internamente.

Crescimento da HP

Quanto à HP, seu crescimento foi retomado depois de dois trimestres de quedas. Com isso, seus resultados positivos estão parcialmente vinculados a um declínio significativo no 1 T20. Então, dos três principais fornecedores da época, a HP foi a mais atingida pela interrupção da cadeia de suprimentos.

Dell: o menor crescimento

A Dell, por fim, teve o menor crescimento entre os principais fornecedores. E esse desempenho se deve ao foco que a empresa decidiu ter no mercado de PCs corporativos. E esse segmento não apresentou um aumento tão robusto quanto o de consumidores. Além desse fato, a Dell se absteve dos produtos de baixa margem em razão da falta de componentes e, também, do aumento dos custos de frete.

O mercado antes da pandemia

Antes de 2020, a falta de CPU já estava afetando o mercado de PCs, assim como a escassez de memória apertada e o fornecimento geral de painel. Hoje, a atenção se volta para os componentes de baixo preço, como codecs de áudio, ICs de driver de painel de notebook. Foca, também, em ICs de gerenciamento de energia (PMICs) e sensores. Contudo, um sistema acabado não pode ser enviado sem 100% das peças e, é aí que se estabelece um gargalo.

Recuperação no terceiro trimestre

Existe um fator comum entre as peças que estão faltando, como os ICs automotivos, sensores, PMICs, drivers de vídeo. Esses itens são produzidos com a mesma tecnologia de nós de 40nm ou ainda mais antigos, segundo Mario Morales, vice-presidente de programa de semicondutores.

Ele declarou, ainda, que “os nós de tecnologia maduros respondem por mais de 50% de toda a capacidade da indústria de semicondutores. Então, os fornecedores estão aumentando a capacidade gradualmente, uma vez que favorecem os maiores segmentos de seus negócios, investindo em nós convencionais e de ponta. No entanto, apesar de todos os inconvenientes, o mercado de PCs segue em expansão em 2021, no mundo todo.

 Mercado de PCs segue em expansão

De acordo com a IDC, conforme a coisas evoluem, aumentam as similaridades entre os três principais segmentos do mercado de PCs: educação, consumidor e comercial. E, todos eles necessitam imensamente de estoque para abastecer as demandas. Entretanto, segundo a consultoria, o setor de consumo se apresenta como o mais positivo. Isso, com perspectivas futuras, comparando-se com os níveis alcançados antes da pandemia, seguindo os segmentos de educação e, depois, o comercial. E, assim, levando em conta, principalmente as novas necessidades dos consumidores, o mercado de PCs segue em expansão.

Por fim, continue de olho no mercado de equipamentos de TI. Fique com a gente e conheça o novo Intel Partner Alliance e os benefícios para as revendas

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas