Início » Conheça a nova estratégia de manufatura integrada IDM 2.0 da Intel

Conheça a nova estratégia de manufatura integrada IDM 2.0 da Intel

por Alessandra Neris

É chegado o início de uma nova era de inovação e liderança em tecnologia na Intel. Esta semana, Pat Gelsinger, CEO da Intel, apresentou ao mercado a nova estratégia de manufatura integrada IDM 2.0 da Intel. O objetivo é impulsionar a liderança na fabricação, inovação e produtos.

A estratégia combina a rede de fábricas da Intel com a capacidade de contratação de produção de semicondutores por terceiros, com a criação da Intel Foundry Services. Assim, a IFS se tornará uma grande fornecedora de produção de semicondutores para atender clientes de todo o mundo.

Expansão da capacidade de manufatura

Gelsinger anunciou, também, planos para expandir a capacidade de manufatura da companhia, com estimativas de investimento inicial em torno de UR$ 20 bilhões no Arizona. Segundo o executivo, a Intel é a única empresa capaz de oferecer a amplitude e a capacidade de inovação de última geração para o mundo.

Dessa forma, a IDM 2.0 tem um diferencial que apenas a Intel pode disponibiliza. Isso por se tratar de uma fórmula vencedora que servirá para desenvolver e fabricar os melhores produtos para as categorias que representa. Então, seu resultado combina 3 inciativas que permitirão o alcance da liderança tecnológica:

Crescimento do uso da capacidade de fabricação de terceiros

As fábricas terceirizadas já produzem uma gama de produtos tecnológicos da Intel. Entre eles, se encontram conectividade, comunicações, chipsets e gráficos. A empresa, portanto, pretende expandir suas relações com essas terceirizadas, contemplando a produção de múltiplas peças modulares usando tecnologias de processos avançados. A partir de 2023, isso inclui produtos relevantes nas ofertas de computação da empresa para os data centers e segmentos de clientes.

Essa decisão facilitará a escala e flexibilidade necessárias para otimizar os planos da Intel quanto às questões de custo. E, ainda, quanto à programação, fornecimento e desempenho, tudo contribuindo para levar a empresa a uma vantagem competitiva sem igual.

Rede interna de fábricas globais para produção em larga escala

Essa é a considerada a peça-chave para garantir a vantagem competitiva da companhia, com maior economia, otimização de produtos e resiliência de suprimentos. Motivado pelo aumento do uso de litografia ultravioleta extrema, o processo de 7 nm da empresa evolui bem seguindo um fluxo de processo remodelado e simplificado. Assim, ainda no segundo trimestre deste ano, a Intel tem expectativa de incluir o primeiro tile de 7nm na CPU para clientes Meteor Lake.

Além disso, outro diferencial importante da Intel é sua liderança de empacotamento, que proporciona a combinação de diversos tiles ou IPs para oferecer produtos personalizados. Com isso, pretende atender os variados requisitos apresentados pelos clientes.

O começo de um novo modelo de fabricação de ponta – Intel Foundry Services

A Intel pretende se tornar um dos maiores fornecedores para contratar produção de semicondutores baseados nos EUA e na Europa. Seus planos nesse sentido visam atender a demanda global crescente por esses componentes. Para que isso seja possível, a empresa está criando a Intel Foundry Services liderada por Randhir Thakur, que reportará diretamente a Gelsinger.

A IFS terá como diferencial, portanto, a combinação dessas três iniciativas mais um cores x86 e IPs do ecossistema ARM e RISC-V. Vale acrescentar que todo o setor recebeu os novos planos da Intel com forte apoio e entusiasmo.

Estratégia em curso

A aceleração da estratégia IDM 2.0 já está nos planos de Gelsinger, que anunciou uma significativa expansão na capacidade de produção da empresa. Isso inclui duas novas fábricas no campus Ocotillo, no Arizona (EUA), que são essenciais para satisfazer os rígidos requisitos dos clientes e produtos da Intel. Além disso, a capacidade com os clientes de fabricação está comprometida.

Criação de vagas

A nova estratégia de manufatura integrada IDM 2.0 da Intel visa a criação de mais de 3 mil vagas em construção. Além dessas, serão mais de 3 mil vagas fixas para profissionais de alta qualificação e aproximadamente 15 mil para atender a comunidade local. A Intel pretende expandir seu investimento em outras regiões dos EUA. Conforme pronunciamento de Gelsinger, a próxima etapa de aumento de capacidade na Europa, nos EUA e outras regiões deve ser feito ainda neste ano.

Assim, o executivo quer envolver os parceiros do setor e o ecossistema de tecnologia para colocar em prática sua visão para o IDM 2.0. Para começar, pretende colaborar com a IBM focando em pesquisas de criação de tecnologias de empacotamento de última geração e lógica.

Comprometimento com pesquisas científicas

Vale dizer que a Intel e a IBM estão há mais de 50 anos comprometidas com a pesquisa científica e engenharia de ponta. Além disso, seu foco é direcionar a seus clientes as tecnologias avançadas de semicondutores.

São essas pesquisas e investimentos em tecnologias que poderão liberar o potencial de dados e computação avançados, criando um grande valor econômico. Assim, o objetivo é agilizar a inovação para fabricação de semicondutores em todo o ecossistema. Além disso, é preciso aumentar a competitividade dessa indústria no país, apoiando as principais iniciativas do governo dos EUA. E, esse intento pode ser realizado por meio dos talentos das empresas sediadas em Hillsboro (OR) e Albany (NY).

Resgatando a essência

Para complementar, a Intel está restaurando a essência de seu evento Intel Developer Forum ao lançar o Intel On. Trata-se de uma nova série de eventos para o setor. Além disso, em outubro, em São Francisco (EUA) deverá acontecer o evento Intel Innovation para os amantes da tecnologia.

Por fim, quer mais tecnologia para a sua vida? Aproveite para saber mais sobre a 11ª geração dos processadores Intel Core que já estão disponíveis para pré-venda na Aldo.

Compartilhe:
0 comentários

Notícias relacionadas